quinta-feira, 13 de julho de 2017

1º Peão Farroupilha da 24ª RT - Douglas Kist

Olá amigos!

Hoje vamos conhecer a história tradicionalista de Douglas Kist, que representa a 24ª RT no encargo de 1º Peão Farroupilha Regional.


1. Douglas, nos conte um pouco sobre você... nome, idade, onde estuda, entidade que representa...
Sou Douglas Rodrigues Kist, atualmente Peão Farroupilha da 24ª RT e tenho 19 anos. Venho de Venâncio Aires, cidade conhecida por sua hospitalidade e por ser a Capital Nacional da bebida símbolo do Rio Grande do Sul, o chimarrão. Sou acadêmico do 4º semestre do curso de Tecnologias em Fotografia no Centro Universitário UNIVATES. Represento o Centro de Tradições Gaúchas Chaleira Preta, da cidade de Venâncio Aires.



2. Como iniciou no tradicionalismo, e quando se deu a decisão de representar a tua entidade e a região como Peão Farroupilha?
Dei inicio a minha vida tradicionalista em outubro de 2010, aos 13 anos de idade, no Centro de Tradições Gaúchas Chaleira Preta, quando recebi o convite para ingressar na invernada artística juvenil. Logo nos primeiros contatos com o CTG percebi que o Movimento Tradicionalista não era apenas dança e sim muitas outras formas de expressar e cultivar as nossas Tradições Gaúchas. Por este motivo, no ano de 2012 iniciei minha caminhada pelos Entreveros Culturais de Peões, Guris e Piás. Participando no ano de 2012 do 3º Concurso Cultural de Prendas e Peões do CTG Chaleira Preta, obtendo o cargo de 3º Guri Farroupilha gestão 2012/2013.
No ano seguinte, retorno a participar do Concurso Cultural de Prendas e Peões da minha entidade, conquistando o cargo de Guri Farroupilha gestão 2013/2014.
Em 2014 participo novamente do Concurso Cultural de Prendas e Peões do meu CTG, obtendo o cargo de Peão Farroupilha gestão 2014/2015. Neste ano pela primeira vez participo do Entrevero Cultural de Peões fase Regional e conquisto o cargo de 2º Peão Farroupilha da 24ª RT. No ano seguinte recebo a honra de poder representar a minha entidade e minha Região no 28º Entrevero Cultural de Peões Fase Estadual, na cidade de Portão 15ª RT. Ter participado do Entrevero Estadual, foi a melhor experiencia que já tive em toda minha vida tradicionalista, pois foi neste momento que descobri os verdadeiros motivos que me fizeram ingressar nessa longa caminhada e também conhecer os valores que a nossa cultura proporciona.

3. Nesta tua caminhada envolvido no Movimento, já representaste a 24ª RT em Entrevero Estadual. De que maneira enxergas o teu envolvimento e crescimento no tradicionalismo?
O ano de 2016 foi muito significativo para minha vida pessoal e tradicionalista, este foi o ano em que eu participei do 28º Entrevero Cultural de Peões Fase Estadual, tive a oportunidade de ser Diretor do Departamento Jovem da 24ª RT e finalista do ENART na modalidade de Danças de Salão e Danças Tradicionais. Fui percebendo o meu crescimento a cada evento participado, obtendo conhecimentos sobre nossa cultura, conhecendo novas pessoas, e formando novas amizades, aprendendo a valorizar os meus amigos e minha família, que sempre me deram apoio, além de me tornar uma pessoa mais responsável e madura.



4. Entre os tradicionalistas que conheceste neste meio, tem algum que é exemplo pra ti? Que tenha te marcado por algum feito, ou te ajudado de alguma forma que mereça muito reconhecimento?
Durante a minha preparação para os Entreveros que participei contei com o auxilio de muitos amigos tradicionalistas, sendo eles: Michele Lehmen, Leticia Schuler, Larissa Sarapio, Diego Goethel, Rodrigo Schneider -“Pips”, Rafaela Kroth, Edison Aquino, Laura Fengler, Luce Carmen Mayer, Dalmo Mayer, Gabriel Ferreira, Luzia Heinen, Gislaine Baron, Micaéli Rodrigues e Everton Lopes. Sou muito grato a todos eles em especial a Manuela Carvalho que sempre me deu força e me motivou a nunca desistir. Foi ela que me ajudou em quase todas as provas e escrevendo as minhas artísticas. Eu agradeço muito por ela sempre estar do meu lado e tenho certeza que ainda caminharemos juntos por muito tempo.



5. Na madrugada de 25 de junho recebeste o encargo de 1º Peão Farroupilha da 24ª RT. Como foi a tua preparação para o concurso?
Este ano minha preparação foi bem complicada, por motivos pessoais e profissionais. No mês de junho comecei a organizar minha vida profissional, abrindo um Estúdio de Fotografia em minha cidade e buscando maior conhecimento profissional participei de cursos da área. Sendo assim eu não conseguia conciliar todas as atividades e acabei não focando tanto em meu concurso como eu desejaria.
Mesmo com todos esses imprevistos consegui praticar todas as provas que eram necessárias para o concurso estando preparado para o Entreveiro de peões.

6. Quais as tuas expectativas pra este ano de gestão que inicia? Junto aos integrantes todos, que formam um bom número, é possível fazer um trabalho diferenciado?
Eu espero que esse ano consigamos todos trabalharmos juntos em prol do movimento tradicionalista, como uma equipe de amigos e unidos pela 24ª RT. Acredito que com o número de integrantes que temos nesta gestão e junto a coordenadoria conseguiremos realizar muitos trabalhos, eventos e gincanas a fim de cultuar as nossas tradições e perpetuar a nossa cultura.



7. Novo Hamburgo te espera no 30º Entrevero Estadual de Peões, fase Estadual. Qual o teu principal foco neste ano de preparação, que deve ser bem intenso? Era um sonho pra ti, participar novamente desta etapa? 
Todas as vezes que me preparo para um Entrevero sempre foco bastante nas provas campeiras, por estas serem o meu ponto fraco. Neste ano não será diferente, buscarei praticar bastante as provas campeiras, mas é claro, sem esquecer das outras provas que também são importantes.
Claro que participar desta etapa é um sonho e uma conquista muito especial para mim, e meu grande objetivo e sonho é conseguir ter um crachá Estadual em meu peito.


8. Por fim, peço que deixe uma mensagem de incentivo a todos aqueles que carregam este sonho, muitos que irão concorrer em suas entidades nos próximos meses, inclusive...
Essa realização foi conquistada com muito esforço e é assim para qualquer coisa na vida, eu só alcancei isso a partir de muito trabalho. Se você sonha com uma coisa, desde viajar até ser o Primeiro Peão da 24ª RT ou do Estado é necessário que vá atrás dos teus sonhos e não desista diante das dificuldades. “A vida é como uma câmera. Foque no que é importante, capture bons momentos, desenvolva a vida a partir de negativos. E, se as coisas não derem certo, tire outra foto." – Autor desconhecido.

Doulgas Kist
1º Peão Farroupilha da 24ª RT, 2017/2018.

Parabéns pela tua trajetória Douglas. Fico muito feliz em contar com a tua participação aqui no blog.
Obrigada por dividir conosco a tua história, e mais uma vez, parabéns pela grandiosa conquista!
Novo Hamburgo te aguarda! Estaremos na torcida!!!

Abraços.

Um comentário:

  1. Obrigado Carol e parabéns pelo seu trabalho no blog.

    ResponderExcluir