quarta-feira, 18 de julho de 2018

Para Estudar - Questões de Prova - Parte 29


PROVA ESCRITA 49ª CIRANDA CULTURAL DE PRENDAS
CATEGORIA JUVENIL – FASE REGIONAL


1ª PARTE: TRADICIONALISMO, TRADIÇÃO E FOLCLORE

01. As Regiões Tradicionalistas são órgãos de desconcentração territorial do Movimento Tradicionalista Gaúcho - MTG. Sobre as regiões, podemos afirmar que:
1 - São constituídas por um determinado número de entidades não necessariamente filiadas ao MTG
2 - São agrupadas de acordo com sua localização, por afinidade geográfica ou cultural
3 - Cada Região Tradicionalista será administrada por um Coordenador Regional, o qual será o responsável perante o MTG pelas atividades e funcionamento da sua Região 
4 - Aspectos como a abrangência territorial das Regiões Tradicionalistas bem como a competência dos Coordenadores Regionais serão fixados no Regulamento Geral do MTG
Assinale a afirmativa correta:
a - Somente afirmativas 2 e 3 estão corretas
b - Somente afirmativas 1, 3 e 4 estão corretas
c - Somente afirmativas 2, 3 e 4 estão corretas
d - Somente afirmativas 3 e 4 estão corretas

02. _______________ é um importante documento do tradicionalismo, cujo conteúdo é "cláusula pétrea" do Estatuto do Movimento Tradicionalista Gaúcho. Conforme parágrafo único do artigo 2º do Estatuto que rege o MTG, o referido documento foi redigido por _______________.
a - A tese "O Sentido e o Valor do Tradicionalismo" - Luiz Carlos Barbosa Lessa
b - A Carta de Princípios - Luiz Carlos Barbosa Lessa
c - A Carta de Princípios - Glaucus Saraiva
d - O Plano de Ação Social do MTG - Onésimo Carneiro Duarte

03. O hábito de assistir missa colocando os homens à esquerda e as mulheres à direita de quem entra na igreja, os homens do lado do Evangelho e as mulheres ao lado da Epístola, foi herdado dos imigrantes:
a - Alemães 
b - Portugueses
c - Açorianos
d - Poloneses

04. As casas de modelo de porta e janela, a cama-de-tábua, o baú e o candeeiro são contribuições que herdamos da etnia:
a - Italiana
b - Portuguesa
c - Alemã
d - Espanhola

05. O chimarrão é a bebida símbolo do Rio Grande do Sul. Representa hospitalidade e confiança. Entre as pessoas que possuem este hábito existem alguns dizeres interessantes, dentre eles, o dizer que "Porongo sempre dá cuia". A expressão referida significa:
a - Está no último grau da pobreza
b - O que tem que acontecer, acontece
c - Prepara um negócio pra outra pessoa colher o lucro
d - Uma promessa que nunca se cumpre

06. O homem campeiro após tomar seu chimarrão de forma solita ou em parceria, costuma recostar os avios do mate (cuia com a bomba) entre o bico e o corpo da chaleira. Este tipo de apoio é conhecido como:
a - Tripé
b - Porta cuia de Taquarembó
c - Acomodada na cambona
d - Casamento perfeito

07. Conhecida como planta milagrosa devido às suas amplas aplicações, a marcela ou macela é considerada imprescindível na maioria dos lares. É tão evidente sua eficácia nos tratamentos de saúde, que seu uso vem sendo repassado de geração em geração. O uso de travesseiros preenchidos com as flores da marcela tem o poder de: 
a - Estimular a circulação capilar
b - Favorecer o sono
c - Eliminar a enxaqueca
d - Prevenir a queda dos cabelos

08. Folguedos em que se destacam os torneios equestres que parecem repontar à época do Rei Artur e os Cavaleiros de Távola Redonda. Apresentam entre os figurantes os espias, os corredores e uma Rainha ou Princesa. Estamos nos referindo:
a - Às Cavalhadas
b - Às Folias do Divino
c - Às Congadas
d - Aos Ternos de Reis

09. Durante o ciclo Junino (no município de Mostardas) grupos de cantadores visitam as casas. Às vésperas da comemoração do Santo, cantam à noite ao redor da fogueira e junto ao mastro onde se penduram laranjas e bergamotas. Pedem licença para entrar na casa, louvando o Santo e saudando os donos que oferecem comes e bebes aos integrantes do terno. Estamos nos referindo: 
a - Ao Terno de Reis
b - Ao Terno de Atiradores
c - Ao Terno de Santos
d - Ao Bumba Meu Boi

10. Um dos Santos Juninos é venerado como profeta, mártir, arauto da verdade e precursor do Messias. Assinale o nome deste Santo: 
a - São Pedro
b - São Paulo
c - Santo Antônio
d - São João

11. Na literatura regional vários autores se destacaram, entre eles o jornalista Manoelito de Ornelas, autor da obra:
a - Festança na Querência
b - Manual do Tradicionalista
c - Os Guaxos
d - Rodeio de Estrelas

12. O Rio Grande do Sul possui uma admirável riqueza musical. Assinale a opção que indica o ritmo musical eminentemente gaúcho:
a - Vaneira
b - Chote
c - Valsa
d - Bugio

13. "O índio velho ficou à espera da volta dos jesuítas. Como eles demoraram muito o índio ficou mais velho e morreu. Mesmo morto, jamais deixou alguém se aproximar da casa". Este trecho se refere à lenda:
a - Da erva-mate
b - A Casa de M'bororé
c - A Casa de Anguera
d - Do Umbú

14. Dança de roda do ciclo das contradanças, muito popular em todo o país. No Rio Grande do Sul teve seu primeiro registro musical feito por Alcides Cruz. 
a - Caranguejo
b - Balaio
c - Cana Verde
d - Chimarrita

15. No Rio Grande do Sul dá-se o nome de _______________ a um sopão com muito vegetal e carne de peito (as vezes com costela e até linguiça) mas, sem tutano e sem pirão. Assinale a palavra que completa a lacuna corretamente:
a - Fervido
b - Cola-gaita
c - Puchero
d - Engasga-gaita

2ª PARTE: HISTÓRIA DO RIO GRANDE DO SUL

16. Quando os bandeirantes começaram a atacar as reduções, os jesuítas transferiram o gado para o sul do Rio Jacuí para livrá-lo da pilhagem por paulistas. Nesta região formou-se:
a - A Vacaria dos Pinhais
b - A Vacaria do Mar
c - As primeiras estâncias 
d - As Charqueadas

17. O Forte _______________, construído por _______________ em 19 de fevereiro de 1737 foi a primeira ocupação definitiva dos portugueses no território gaúcho. Dez anos depois, junto ao Forte, é fundada a vila _______________.
Assinale a opção que completa corretamente as lacunas acima:
a - São Miguel - Cristóvão Pereira de Abreu - de todos os Santos
b - Jesus-Maria-José - José da Silva Paes - São Pedro do Rio Grande
c - São Tomé - José da Silva Paes - dos Remédios
d - São Marcelo - General Antônio Mujica - de São Vicente

18. Em 1704 a Espanha, em guerra com Portugal, determina o ataque à Fortaleza (Colônia) do Sacramento e os portugueses, depois de cinco meses resistindo, abandonaram a Colônia. Em 1715 é assinado um Tratado entre os dois países e a Colônia do Sacramento volta ao domínio de Portugal. Estamos nos referindo ao Tratado de:
a - Santo Ildefonso
b - Utrech
c - Lisboa
d - Madrid

19. A história do Tropeirismo confunde-se com a ocupação portuguesa na região sul. Reavivar sua memória é estabelecer os estágios iniciais da sociedade que se formou nas fazendas de criação de bovinos, equinos e muares, bem como nos pousos ao longo das trilhas das tropas. Sobre isso, podemos afirmar que:
A - O tropeiro também era encarregado da compra do gado para as charqueadas, mas não recebia ordenado pelo seu serviço
B - Os índios e negros participaram do tropeirismo como peões ou como tropeiros
C - A maioria dos colonizadores que solicitava sesmarias nos Campos de Viamão e depois, em Cima da Serra era formada por antigos tropeiros
D - As mulas e cavalos, que eram o meio de transporte mais utilizado no país, é que foram a base das primeiras tropeadas
Agora assinale a alternativa correta:
a - Somente as letras A, C e B estão corretas
b - Somente as letras B e D estão corretas
c - Somente as letras A, B e C estão corretas
d - Somente as letras B, C e D estão corretas

20. Durante os 10 anos da Guerra Civil dos Farrapos aconteceram fatos que, além das batalhas, prejudicaram o desenvolvimento da sociedade gaúcha. Entre estes fatos, podemos destacar:
1 - A imigração estrangeira foi suspensa, só reiniciando com a paz
2 - As estâncias e os campos ficaram despovoados
3 - As charqueadas de Pelotas, das margens do Rio Jacuí e do Guaíba ficaram arruinadas
4 - O autoritarismo e centralização do governo, tão combatidos pelos Farroupilhas também existiram na República Rio-grandense
Agora, assinale a alternativa correta:
a - Somente a 2ª está correta
b - Somente 1ª e 3ª estão corretas
c - Somente 2ª e 4ª estão corretas
d - Todas estão corretas

21. A Revolução Farroupilha teve diversos fatos importantes, dentre eles a República Rio-grandense, proclamada em 11 de setembro de 1836 pelo General Antônio de Souza Neto, nos campos de Seival. Sobre a Revolução Farroupilha, a mais longa revolta civil brasileira, analise as alternativas que seguem:
A - Em virtude da fragilidade militar dos Farroupilhas, a capital da República Rio-grandense necessitou ser mudada várias vezes entre 1836 e 1845
B - A capital passou por Piratini. Caçapava e Alegrete e, a cada troca de endereço toda a documentação da República era transportada em carretas
C - Em abril de 1838, com a tomada da então Vila de Rio Pardo pelas forças revolucionárias farroupilhas, foi aprisionada uma tropa do Exército Imperial
D - Em 1842 é instalada a terceira capital, na cidade de Alegrete, onde foi concluída e aprovada a Constituição da República Rio-grandense
Agora escolha a alternativa correta:
a - Todas as afirmativas estão corretas
b - Somente as afirmativas B, C e D estão corretas
c - Somente as afirmativas A, C e D estão corretas
d - Somente as afirmativas A, B e C estão corretas

22. Em 1780, com o surgimento das grandes charqueadas, o negro entrou maciçamente no Rio Grande do Sul. Lutou na Revolução Farroupilha com a promessa de liberdade ao final da revolta (Lanceiros Negros). Renegaram a escravidão e se abrigaram em quilombos. O negro conhecido como "caiambola" era:
a - O negro saladeril
b - O negro fujão
c - O negro mandalete
d - O lanceiro negro

23. A primeira indústria têxtil usando matéria prima da província e fabricando cobertores, baetas coloridas, flanelas, chales, casimira, panos e tapetes foi fundada por Jacob Rheingantz, imigrante alemão, na cidade de:
a - Pelotas
b - Bagé
c - Rio Grande
d - São Lourenço do Sul

24. A Revolução Federalista ocorreu no Rio Grande do Sul no ano de 1893. Foi um confronto sangrento, onde a "degola" era utilizada de parte a parte. Este confronto deu-se entre:
a - Federalistas e Maragatos
b - Maragatos e Pica-paus
c - Republicanos e Pica-paus
d - Castilhistas e Republicanos

25. A Campanha da Legalidade foi uma revolta civil e militar da história política brasileira que ocorreu no Rio Grande do Sul. O referido momento, liderado por _______________, teve início depois que o então Presidente, _______________, renunciou e tinha como objetivo garantir a posse do Vice-Presidente da República, _______________.
Assinale a opção que completa as lacunas, respectivamente:
a - Jânio Quadros - Leonel Brizola - João Goulart
b - Leonel Brizola - João Goulart - Jânio Quadros
c - João Goulart - Jânio Quadros - Leonel Brizola
d - Leonel Brizola - Jânio Quadros - João Goulart

3ª PARTE: GEOGRAFIA DO RIO GRANDE DO SUL

26. A planície litorânea, por ter solos muito arenosos, não é favorável à agricultura. No entanto, uma boa produção de cebolas é obtida no município de:
a - Capão da Canoa
b - São José do Norte
c - Torres
d - Capivari

27. A divisa natural entre os Estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina é formada pelo:
a - Rio Quaraí
b - Rio Uruguai
c - Rio Jacuí
d - Rio Taquari

28. De acordo com Manoelito C. Savaris, autor do "Manual de Tradicionalismo Gaúcho", os campos predominam no Rio Grande do Sul. As _______________ compõem a sua vegetação característica, juntando-se às _______________ nas áreas próximas aos rios.
Assinale a opção que contém as palavras que preenchem corretamente as lacunas:
a - Mangues - restingas
b - Herbáceas e capões - matas de galeria
c - Arbustos - vegetação rasteira
d - Matas de galeria - araucárias

29. O Rio Grande do Sul possui grandes reservas de xisto, uma rocha da qual se pode extrair um óleo semelhante ao petróleo. As maiores reservas de xisto aparecem nos municípios de:
a - Caçapava do Sul e Erechim
b - Uruguaiana e Santana do Livramento
c - Camaquã e Charqueadas
d - São Gabriel e Dom Pedrito

30. A pecuária gaúcha se desenvolve em sistemas extensivos de produção, tendo o campo nativo como base da alimentação dos animais. Os municípios que mais se destacam neste setor são:
1 - Alegrete - Santana do Livramento
2 - Guaporé - Santiago
3 - Vacaria - Quaraí
4 - Dom Pedrito - São Gabriel
Agora assinale a alternativa que contém apenas as afirmativas corretas:
a - 2 - 3
b - 2 - 4
c - 1 - 3
d - 1 - 4

Gabarito
1 - c, 2 - c, 3 - d, 4 - b, 5 - b, 6 - d, 7 - b, 8 - a, 9 - c, 10 - d, 11 - d, 12 - d, 13 - b, 14 - a, 15 - c, 16 - b, 17 - b, 18 - b, 19 - d, 20 - d, 21 - a, 22 - b, 23 - c, 24 - b, 25 - d, 26 - b, 27 - b, 28 - b, 29 - d, 30 - d

Ps.: quaisquer possíveis erros na digitação ou no gabarito são de responsabilidade do blog. Favor avisar para que possamos corrigir sem prejudicar o estudo de ninguém.

1ª Prenda Juvenil da 24ª RT - Cristini Zilio

Hoje é dia de conhecermos um pouquinho mais sobre Cristini Zilio, que conquistou o tão sonhado encargo de 1ª Prenda Juvenil da 24ª Região Tradicionalista na 49ª Ciranda Cultural de Prendas, fase regional.


1. Cristini, para iniciarmos a conversa nos fale um pouco sobre você... nome, idade, onde estuda, entidade que representa...
Meu nome é Cristini Zilio, tenho 14 anos e curso o 9º Ano do Ensino Fundamental na Escola Estadual de Ensino Fundamental Farrapos. Atualmente sou 1ª Prenda Juvenil da 24ª Região Tradicionalista e represento o Grupo de Artes Nativas Anita Garibaldi, da cidade de Encantado.

2. Como se deu o início da tua vivência tradicionalista, e como avalias a tua caminhada até aqui? Realizaste muitos sonhos?
O início da minha caminhada tradicionalista se deu no ano de 2011, através da Invernada Pré-Mirim do GAN Anita Garibaldi. Na época, eu tinha apenas 7 anos e talvez pela pouca idade ou falta de informação, não conhecia a magnitude do Movimento Tradicionalista Gaúcho que nos reúne diante um tradicionalismo organizado. Os anos foram passando e me interessei cada vez mais pelo culto a tradição. Em 2014, iniciei minha jornada na Invernada Mirim, onde realizei um dos meus maiores sonhos tradicionalistas com a participação no FestMirim (2016) e posteriormente classificação na final (2017). Em 2018, embarquei nos sonhos da Invernada Juvenil e mais uma vez abracei a causa, fazendo do sonho dos meus colegas, meu sonho também.
Dentro do Departamento Cultural, minha caminhada é recente. Em 2016, fui 1ª Prenda Mirim e em 2017, fui 1ª Prenda Juvenil da entidade. Essas gestões me proporcionaram ganhos pessoais, intelectuais e tradicionalistas que sem dúvidas são impagáveis, me proporcionando no ano de 2018, a realização de um sonho que eu tinha mesmo antes de me tornar prenda de faixa, sendo 1ª Prenda Juvenil da região. Acredito que mesmo sendo recente, minha trajetória é muito bonita de se recordar, pois em todos os momentos eu tive o apoio dos verdadeiros amigos e da minha família.



3. Qual tu acreditas ser o maior papel do Jovem no Movimento?
De forma sintetizada, o papel do jovem no Movimento é buscar a informação e o exemplo do passado, unir com a criatividade e disposição do presente para possibilitar o futuro. Como nos propõe o tema anual, os jovens devem buscar a união das gerações para construir o amanhã.

4. Estamos chegando na 50ª edição da Ciranda Cultural de Prendas, e muitas meninas que conquistaram os títulos de Prenda Estadual certamente são exemplos pra ti. Podes citar algumas em quem te espelhas, e por quê?
Pensando em mulher de uma forma geral, meu maior exemplo é minha mãe, que criou 5 filhos e se mantém forte, batalhando pela minha felicidade e realização dos meus sonhos. Quanto a Prendas Estaduais tenho os exemplos: Caroline Reolon Scariot (2ª Prenda do RS 2017/2018), que além de ter desenvolvido uma gestão belíssima, me auxiliou durante a Ciranda Regional; Jéssica Thaís Herrera (1ª Prenda do RS 2018/2019), que trouxe a Ciranda Estadual para a nossa região e que tem uma bagagem cultural incrível; Janaína Mattielo (2ª Prenda Juvenil do RS 2011/2012), que foi a última prenda estadual oriunda de minha entidade; e por fim, meu maior exemplo tenho na prenda Amanda Faleiro (1ª Prenda Mirim do RS 2010/2011 e 1ª Prenda Juvenil do RS 2014/2015), que me inspirou na forma de falar, agir, pensar e sem dúvidas continuará sendo minha inspiração durante a 49ª Ciranda Cultural de Prendas - Fase Estadual.




5. Qual o teu principal foco, enquanto 1ª Prenda Juvenil, sabendo que em maio de 2019 estarás participando da Ciranda a nível Estadual, aqui mesmo em nossa Região?
Como sempre digo, minha caminhada dentro do Departamento Cultural é recente. No entanto, irei procurar a união da gestão e principalmente com as minhas juvenis para que eu consiga realizar um trabalho satisfatório na 49ª Ciranda Cultural de Prendas – Fase Estadual, que orgulhosamente é na minha querida 24ª Região Tradicionalista. Além disso, buscarei representar da melhor maneira a juventude da minha entidade, do município de Encantado e da região.

6. Representar a 24ª RT te faz exemplo pra muitas prendas e peões que carregam este sonho. Nos conte um pouquinho de como se deu a tua preparação este e outros concursos que já participastes.
A minha preparação, assim como qualquer outra participante das Cirandas, foi muito intensa. Estudos, ensaios, escolhas. Troquei de momentos de lazer, por livros. Troquei festas, por redações. Troquei a vontade momentânea, por um sonho de fato e assim me tornei uma prenda imensamente feliz, não apenas pela conquista de um título, mas por ver meus familiares e amigos caminhando comigo.


7. Pra encerrar peço que tu deixes uma mensagem de agradecimento e de incentivo para que cada vez mais prendas e peões tenham a garra e a coragem de representar suas entidades e regiões.
“Nunca desista daquilo que tu pedes a Deus todas as noites para conseguir”, seja você mesmo, tenha ideais, força de vontade e alegria de viver. Eu acredito que tudo na vida tem um motivo e o momento certo para acontecer. Seja sincero, transparente e único. “Uma geração vai, e outra vem; porém a terra para sempre permanece. E nasce o sol, e põe-se o sol, e volta ao seu lugar donde nasceu. O vento vai para o sul, e faz o seu giro para o norte; continuamente vai girando o vento, e volta fazendo seus circuitos”. Simplesmente ACREDITE!!!

Parabéns Cristini!
Que tenhas um ano de muito trabalho e aprendizado pela frente, junto de teus colegas de gestão. Aproveite cada segundo, e viva intensamente cada oportunidade! Lajeado te espera na Ciranda Estadual, e eu te desejo muito sucesso nesta importante caminhada até maio.
Muito obrigada pela participação aqui no blog!

Beijos

Prendas e Peões da 5ª RT promovem campanha "Doe amor, doe vida, doe sangue!"

Saudações!

Por meio deste, em nome das Prendas e Peões da 5ª Região Tradicionalista venho divulgar a campanha que estamos levantando em nossa região a que intitulamos "Doe amor, doe vida, doe sangue!". O lançamento desta campanha que está em sua segunda edição, foi efetuado na abertura oficial da Regional do Enart da 5ª RT realizada em Cachoeira do Sul, no dia 8 de julho de 2018, onde a Enfermeira do Hemocentro da cidade e Acadêmica do curso de Farmácia da ULBRA - Campus Cachoeira do Sul, Jocelaine Lacerda, efetuou esclarecimento a todos os presentes no local sobre a importância de sermos voluntários nesse ato que é tão importante para o bem-estar da sociedade. 


Sempre quando é necessário existe alguém disposto a ajudar, seja com dinheiro, com roupas ou alimentos. O que muita gente esquece é que várias pessoas necessitam de doação de sangue, por isso acreditamos na importância desta campanha para sociedade em geral, que vem ao encontro dos objetivos e princípios do nosso Movimento e dentro do tema quinquenal voltado ao Voluntariado e, porque não dizer, do tema anual Unindo Gerações para Construir o Amanhã.

No mais para todos que desejarem se juntar a nós para perpetuar esse legado de solidariedade e expandir o alcance de nossa capacidade de se voluntariar, fizemos panfletos explicativos sobre as condições para ser um doador, bem como adesivos par quem quiser a aderir ao propósito.


Lançamento da campanha com a presença do Presidente do MTG Nairo Calegaro, 
e a eterna Prenda do RS, Alessandra Carvalho da Mota

O material para esta divulgação foi enviado pelos idealizadores
Micael Feliciano Machado Lopes 1º Peão Farroupilha da 5ª RT e 
1ª Prenda da 5ª RT, Camilla Schiedeck, 
com apoio de toda gestão de Prendas e Peões da 5ª RT 2018/2019.

Contamos com a ajuda de Todos!

terça-feira, 17 de julho de 2018

CTG Brigadeiro Raphael Pinto Bandeira define nova gestão de Prendas e Peões

O CTG Brigadeiro Raphael Pinto Bandeira, de Rio Grande / 6ª RT, definiu no sábado dia 14/07 a nova gestão de Prendas e Peões para gestão 2018/2019. 

Após concurso realizado na entidade, chegou-se ao seguinte resultado:

Prendinha: Bibiana Mendonça
Prendinha: Mariana de Moura Carvalho

1ª Prenda Mirim: Maria Clara Oliveira
2ª Prenda Mirim: Ana Caroline Klein
3ª Prenda Mirim: Natiely Martins

1ª Prenda Juvenil: Gabrielle Lopes Ribeiro
2ª Prenda Juvenil: Érica de Moura Carvalho
3ª Prenda Juvenil: Alexia Santos Salinas

1ª Prenda: Liandra Pereira
2ª Prenda: Thaís Branco

1º Piá: Djorge da Veiga Moreira
1º Guri: Pablo Vaz
1º Peão Farroupilha: Vitor Lopes Ribeiro
Patrão: Marcolino Brancão


Parabéns a todos... Que tenham um lindo e produtivo ano de gestão! 
Muito sucesso!!!

Bombacha Ba’steiro - Conforto e elegância

Olá olá amigos!

Trago pra vocês hoje um post especial sobre as Bombachas Ba'steiro, ótima opção pra compor o teu traje de passeio.

A Ba’steiro tem peças marcantes, cuidados com modelagem e materiais de qualidade. Se preocupam muito com o conforto e com a utilidade da bombacha, ou seja, produzem com todo o cuidado através de mãos especializadas em dedicação e capricho. 

Tudo é feito pensando no teu aconchego, no teu bem-estar... Para que se sinta bem, requintado, elegante e acima de tudo entusiasmado em vestir por ficar à vontade.




Na Ba’steiro, a tradição também é lembrada. 
As bombachas seguem padrões que remetem a situações cotidianas do gaúcho na sua lida, tem traços dos modelos antigos e se alinham com o dia a dia, ousando de acordo com as tendências. 

A tecnologia no vestir, com tecidos das melhores fábricas de padrão internacional, modelagem toda feita focada em conforto e beleza são situações que vieram para agregar valor ao corpo e possibilitam muito bem-estar.

Com uma bombacha Ba’steiro, você está bem vestido, confortável, elegante e está na moda.

Eu, que amo um look despojado, moderno e confortável pra participar dos eventos em que não vou usar o vestido de prenda (e que não exijam as normas de indumentária do MTG), super indico a linha de Bombachas da Ba'steiro.

Visite o site, e confira todos os produtos da marca!!!

E eu vivo publicando meus "looks Ba'steiro" nas redes sociais! rsrsrs

Um abraço, e até mais! ;*

segunda-feira, 16 de julho de 2018

Rodeio Artístico Regional da 24ª RT - Programação atualizada

É neste final de semana que acontece mais uma edição do Rodeio Artístico Regional da 24ª Região Tradicionalista. Será nos dias 21 e 22 de julho no Parque João Batista Marchese, cidade de Encantado, tendo como anfitriã o GAN Anita Garibaldi, entidade campeã geral do Rodeio em sua última edição.

Vem conferir a programação completa e atualizada do evento!!!

CTG Querência do Arroio do Meio apresenta novo prendado

Durante a galinhada do dia 13 de julho foi momento de conhecer o Prendado Gestão 2018/2019 do CTG Querência do Arroio do Meio.

Conheça as prendas e peões que representarão a entidade durante o próximo ano:

Prenda Pré-Mirim: Isadora Lansing
1ª Prenda Mirim: Emanuelly Stefani 
2ª Prenda Mirim: Isadora Bianchini
1ª Prenda Juvenil: Emilia Bersch Schmidt
2ª Prenda Juvenil: Carolina Theves Heisser
1ª Prenda: Bibiana Becker dos Santos
2ª Prenda: Adria Laiane dos Santos Leite
Prenda Veterana: Ana Lúcia da Silva

Piazito: Eduardo Kalsing de Borba
1º Piá: Felipe Arthur Schneider 
2º Piá: Thiago Tem Pass 
1º Guri: Gabriel Kalsing
1º Peão: Júlio Delazeri
Peão Veterano: Ricardo Martins
Xiru: Jorge Luiz Hofstetter

Parabéns a todos!!!

A imagem pode conter: 15 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé

Prendas e Peões da 24ª realizam evento sobre Tropeirismo

A nova gestão de Prendas e Peões da 24ª Região Tradicionalista realiza no dia 04 de agosto um Seminário sobre Tropeirismo, com a temática "Tropas, Tropeiros, Tropeirismo - Contribuição para a formação da identidade sul-rio-grandense" - tema dos festejos farroupilhas neste ano de 2018.

O local escolhido para receber o evento é o CTG Caminhos da Serra, da cidade de Marques de Souza, e os palestrantes convidados são Valter Fraga Nunes e Marco Aurélio Angeli (Zoreia).

Segue convite e programação completa do evento:


Participe!!!

sexta-feira, 13 de julho de 2018

Para Estudar - Questões de Prova - Parte 28


PROVA ESCRITA 31º ENTREVERO CULTURAL DE PEÕES
CATEGORIA GURI – FASE REGIONAL

1ª PARTE: TRADICIONALISMO, TRADIÇÃO E FOLCLORE

01. O Congresso Tradicionalista Gaúcho garante a democracia no meio tradicionalista, pois é a reunião em Assembleia Geral das entidades filiadas efetivas. Sobre este órgão normativo podemos dizer:
A - Tem entre as suas finalidades, ampliar e enriquecer os conhecimentos específicos de todos os interessados, dentro da verdade histórica do Rio Grande do Sul
B - Possuem direito a voto os delegados das entidades filiadas efetivas, variando a quantidade de delegados conforme a categoria da entidade
C - A mesa diretora dos trabalhos do Congresso Tradicionalista é constituída pelo Presidente, Vice-Presidentes e Secretário Geral do MTG, cada um deles no exercício das suas funções
D - Além de reformar o estatuto, pode extinguir o MTG
Agora, assinale a alternativa correta:
a - Somente as letras B e D estão corretas
b - Somente as letras B, C e D estão corretas
c - Somente as letras A, B e D estão corretas
d - Somente as letras A, B e C estão corretas

02. Os imigrantes alemães chegaram ao Rio Grande do Sul em 1824 e foram instalados na Real Feitoria do Linho Cânhamo. Sobre estes imigrantes, assinale a opção incorreta:
a - Eram especialmente agricultores, mas haviam muitos artesãos
b - Foram os responsáveis pelo surgimento das primeiras "fábricas". A produção de manufaturados era superior às necessidades familiares
c - Implantaram igrejas, escolas e clubes de canto e tiro. A preocupação com a vida social e com a educação sempre foi marcante entre os colonos alemães
d - A integração dos alemães à sociedade gaúcha não foi fácil, pois não se envolviam com o comércio, com a política e nem com os movimentos bélicos como a Guerra contra Rosas e a Guerra do Paraguai

03. O chimarrão (mate) tomado por derradeiro, ou seja, na hora de ir embora, é conhecido como:
a - O mate do estribo
b - O último mate
c - O mate do agradecimento
d - O mate de conversar

04. Tradicional prato da culinária gaúcha que surgiu nas estâncias e possui grande aceitação pelo alto valor nutritivo. As escravas aproveitavam as partes do animal carneado que os patrões não queriam e faziam-no para alimentar seus filhos. Este prato é conhecido com o nome de:
a - Puchero
b - Fervido
c - Sopão
d - Mocotó

05. Na atividade campeira a ação de juntar todo o gado de uma invernada em lugar já determinado, para revisar o gado, dar sal, curar abichados e terneiros recém nascidos, bem como apartar certos animais, quando necessário, recebe o nome de:
a - Campereada
b - Parar rodeio
c - Invernar
d - Confinamento

06. Sinuelo é uma palavra usada com relação à condição do animal e significa:
a - Animal preso pelo cabresto
b - Animal cansado
c - Animal manso que serve de guia
d - Animal sem dono

07. Na obra "Campeirismo Gaúcho - orientações práticas", o autor Cyro Dutra Ferreira, identifica o cavalo com pelagem totalmente coberta com manchas brancas, vermelhas ou pretas embaralhadas e indefinidas, dando a aparência de um buquê de flores, como sendo:
a - Tostado
b - Bragado
c - Baio ruano
d - Malacara

08. Na alimentação, quando um cavalo está imprestável para o serviço, fica solto no campo, onde possa alimentar-se apenas de pastagem. Chamam este fato de:
a - Descansar o animal
b - Forrar o animal
c - Abandonar o animal
d - Dar folga ao animal

09. O jogo-do-osso é um tradicional jogo de origem espanhola. Requer habilidade porque é rápido e desenvolve-se numa pista de chão batido, local onde os jogadores usam o osso extraído do jarrete da rês para jogar. Este jogo também é conhecido pelo nome de:
a - Tetarfe
b - Tava
c - Mora
d - Tejo

10. Desafio em versos onde os participantes exibem habilidade e rapidez de pensamento além de talento natural para compor as rimas. Este tipo de desafio é realizado através:
a - Do repente
b - Da décima
c - Da trova
d - Do acróstico

2ª PARTE: HISTÓRIA DO RIO GRANDE DO SUL

11. Em 1634 o Padre Cristóbal de Mendoza introduziu o gado nas estâncias junto às reduções. Este gado foi transferido pelos jesuítas para o sul do Rio Jacuí, local onde a boa pastagem e aguada favoreceram a formação:
a - Da vacaria dos pinhais
b - Da vacaria do mar
c - Das fazendas de criação de gado
d - Dos rebanhos de gado chimarrão

12. Os italianos eram profundamente religiosos, motivo pelo qual a comunidade italiana transformou-se num espaço sagrado coletivo onde o Padre se fazia presente em todos os acontecimentos. Sobre a religiosidade destes imigrantes é correto afirmar que:
1 - Cada linha colonial possuía uma capela e vários capitéis (oratórios) construídos, geralmente, como forma de pagamento de promessas
2 - Rezar o terço domingo a tarde nas capelas era uma prática religiosa que servia para manter os vínculos de sociabilidade
3 - Tinham o costume de benzer os objetos utilizados nas lavouras e nas primeiras colheitas e nas primícias (primeiros frutos colhidos)
4 - A religiosidade forte impedia a existência de rezadeiras, benzedeiras e outras crenças diferentes do segmento religioso que praticavam
Agora, assinale a opção que contém apenas as afirmativas corretas:
a - 1 - 2 - 4
b - 2 - 3 - 4
c - 1 - 2 - 3
d - 1 - 3 - 4

13. Em 20 de setembro de 1835 a Revolução Farroupilha teve início com a tomada de Porto Alegre. Nesta ocasião, as tropas farrapas foram lideradas por:
a - Bento Gonçalves da Silva e Onofre Pires
b - Antônio de Souza Neto e Bento Gonçalves da Silva
c - Onofre Pires e José Gomes de Vasconcelos Jardim
d - Bento Gonçalves da Silva e José Gomes de Vasconcelos Jardim

14. Em 11 de setembro de 1836 o Coronel Farroupilha Antônio de Souza Neto proclamou a República Rio-Grandense depois de vencer os imperialistas na batalha do Seival. Após o fato, o Governo da República foi instalado em Piratini. Bento Gonçalves da Silva foi eleito Presidente, apesar de estar preso no Forte do Mar, na Bahia. Devido a este último fato, quem assumiu provisoriamente a presidência?
a - Vicente da Fontoura
b - Antônio de Souza Neto
c - José Gomes de Vasconcelos Jardim
d - David Canabarro

15. Na revolução de 1923 a oposição lutou para evitar a posse de Borges de Medeiros, o qual havia sido eleito presidente de estado numa eleição fraudulenta. O chefe civil deste momento foi:
a - Flores da Cunha
b - Miguel Costa
c - Antônio Melo
d - Assis Brasil

3ª PARTE: GEOGRAFIA DO RIO GRANDE DO SUL

16. A planície litorânea, por ter solos muito arenosos, não é favorável à agricultura. No entanto, uma boa produção de cebolas é obtida no município de:
a - Capão da Canoa
b - São José do Norte
c - Torres
d - Capivari

17. O Rio Grande do Sul possui grande parte de seu território demarcado por limites naturais. A divisa entre o Rio Grande do Sul e Santa Catarina é delimitada pelo:
a - Rio Quaraí
b - Rio Uruguai
c - Rio Jacuí
d - Rio Taquari

18. Conforme o "Manual de Tradicionalismo Gaúcho" de Manoelito C. Savaris, os campos são predominantes no território gaúcho. As _______________compõem a vegetação característica dos campos, os quais se unem as _______________ nas áreas próximas aos rios. Assinale a opção que contém as palavras que preenchem corretamente as lacunas:
a - Mangues - restingas
b - Herbáceas e capões - matas de galeria
c - Arbustos - vegetação rasteira
d - Matas de galeria - araucárias

19. O Rio Grande do Sul possui grandes reservas de xisto, uma rocha da qual se pode extrair um óleo semelhante ao petróleo. As maiores reservas de xisto aparecem nos municípios de:
a - Caçapava do Sul e Erechim
b - Uruguaiana e Santana do Livramento
c - Camaquã e Charqueadas
d - São Gabriel e Dom Pedrito

20. A pecuária gaúcha se desenvolve em sistemas extensivos de produção, tendo o campo nativo como base da alimentação dos animais. Os municípios que mais se destacam neste setor são:
1 - Alegrete - Santana do Livramento
2 - Guaporé - Santiago
3 - Vacaria - Quaraí
4 - Dom Pedrito - São Gabriel
Agora assinale a alternativa que contém apenas as afirmativas corretas:
a - 2 - 3
b - 2 - 4
c - 1 - 3
d - 1 - 4

Gabarito
1 - c, 2 - d, 3 - a, 4 - d, 5 - b, 6 - c, 7 - b, 8 - b, 9 - b, 10 - c, 11 - b, 12 - c, 13 - c, 14 - c, 15 - d, 16 - b, 17 - b, 18 - b, 19 - d, 20 - d

Ps.: quaisquer possíveis erros na digitação ou no gabarito são de responsabilidade do blog. Favor avisar para que possamos corrigir sem prejudicar o estudo de ninguém.

Rodeio Artístico Regional da 24ª RT - Ordem de Apresentação Danças Tradicionais

É no próximo final de semana que acontece mais uma edição do Rodeio Artístico Regional da 24ª Região Tradicionalista!

Nos dias 21 e 22 de julho a cidade de Encantado recebe tradicionalistas de toda a região, no Parque João Batista Marchese, no rodeio que tem como entidade anfitriã o GAN Anita Garibaldi, campeã geral do Rodeio no ano de 2017.


A ordem de apresentação na modalidade de Danças Tradicionais ficou definida após sorteio realizado esta semana durante a reunião de Patrões, onde decidiu-se que para melhor organização das entidades tradicionalistas, as apresentações serão por ordem de entidade, e não categorias como em outros anos.

Em função da alteração de data, entendeu-se que facilitaria para as entidades a organização desta forma.

Segue ordem definida por sorteio:

1ª CTG Bento Gonçalves - Lajeado - MIRIM
2ª DTG Piazito da Tradição - Venâncio Aires - ADULTA
3ª CTG Raça Gaudéria - Estrela - MIRIM
4ª CTG Porteira dos Pampas - Teutônia - JUVENIL
5ª CTG Querência da Amizade - Bom Retiro do Sul - PRÉ-MIRIM, MIRIM, JUVENIL, ADULTA
6ª CTG Tropilha Farrapa - Lajeado - MIRIM, JUVENIL, ADULTA
7ª CTG Chaleira Preta - Venâncio Aires - PRÉ-MIRIM, MIRIM, JUVENIL, ADULTA e VETERANA
8ª CTG Querência do Arroio do Meio - Arroio do Meio - MIRIM, ADULTA e VETERANA
9ª GAN Anita Garibaldi - Encantado - PRÉ-MIRIM, MIRIM, JUVENIL e VETERANA
10ª GF Essência da Tradição - Venâncio Aires - VETERANA
11ª CTG Giuseppe Garibaldi - Encantado - PRÉ-MIRIM, MIRIM, JUVENIL e VETERANA
12ª CTG Rincão das Coxilhas - Teutônia -  MIRIM
13ª CTG Erva Mate - Venâncio Aires - PRÉ-MIRIM e JUVENIL
14ª CTG Sentinela da Tradição - Muçum - JUVENIL

Esperamos por todos!
Um ótimo final de semana!!! ;*

quinta-feira, 12 de julho de 2018

1ª Prenda da 24ª RT - Marina Mayer

Bom dia, bom dia!!!

Hoje trago para o Blog Cantinho Gaúcho uma entrevista super especial com a atual 1ª Prenda da 24ª Região Tradicionalista - Marina Mayer, que conquistou o tão sonhado encargo na madrugada do dia 1º de julho, no encerramento da 49ª Ciranda Cultural de Prendas - fase Regional, realizada no CTG Tropilha Farrapa em Lajeado.

Vamos conhecer um pouquinho sobre sua trajetória no tradicionalismo, e expectativas em relação aos novos desafios que vêm pela frente, inclusive a tão esperada fase Estadual, que também acontecerá em nossa Região!


1. Marina, pra darmos início nos fale um pouco sobre você... nome, idade, entidade que representa...
Me chamo Marina Mayer, tenho 18 anos, represento o CTG Erva Mate, da cidade de Venâncio Aires - conhecida também por Capital Nacional do Chimarrão.

2. Tens na bagagem outros encargos regionais e agora nos representa em sua magnitude, como 1ª Prenda Adulta da 24ª RT. Como avalias a tua caminhada tradicionalista?De berço tradicionalista, iniciei apenas acompanhando meu irmão nos ensaios e achando lindo tudo que acontecia. Sabe, criança sempre vê magia em tudo e eu vi magia no lugar certo! De lá pra cá, nestes 14 anos, a participação começou a ser cada vez mais intensa. Momentos ímpares passaram por essa trajetória e eu pude vivê-los ao lado de pessoas especiais para mim, dentre eles, destaco os títulos regionais, nas gestões de 2010/2011, 2013/2014, 2015/2016. Espero que, ao lado dos meus companheiros de gestão, possamos deixar nosso legado na 24ª Região Tradicionalista, marcando a gestão 2018/2019. Essa caminhada pra mim significa muito amor, gratidão e companheirismo. 



3. Qual tu acreditas ser o maior papel do Jovem no Movimento?
Acredito que o jovem tem o compromisso de ressaltar a cultura, hábitos e costumes do nosso povo, além da nossa grande responsabilidade de realizar projetos e ações de tamanha importância para a sociedade.

4. Dentre tantas conquistas e momentos especiais da tua vida enquanto tradicionalista, qual tu podes citar como o mais importante e inesquecível?Todos os momentos são importantes, tanto para um crescimento pessoal, quanto para minha vida tradicionalista. Mas as lembranças que me acompanham sempre é a gestão regional de 2010/2011 e todos os eventos e ações que realizamos.

5. A tua participação na Ciranda Estadual (Categoria Mirim) em 2011 com certeza que te deixou um legado incrível, inclusive te fazendo retornar aos palcos dos Concursos de Prenda em busca de um sonho ainda muito vivo. Qual o teu principal foco, enquanto 1ª Prenda, sabendo que em maio de 2019 estarás aqui mesmo em nossa Região, na cidade de Lajeado, para mais uma vez participar de uma Ciranda a nível Estadual?
Estar de alma lavada e representar bem a nossa amada 24ª Região Tradicionalista! 


6. Representar a 24ª RT te faz exemplo pra muitas prendas e peões que carregam este sonho. Nos conte um pouquinho de como se deu a tua preparação para este e outros concursos que já participastes.Acredito que a preparação de todas as participantes da Ciranda é de muito estudo, além de realizar e participar de eventos, conforme a diretriz do MTG. Explicação sucinta, mas que traz toda uma equipe por trás destes concursos, pessoas as quais admiro, sou grata e levarei eles comigo nas minhas melhores lembranças.

7. Pra encerrar peço que tu deixes uma mensagem de agradecimento e de incentivo para que cada vez mais prendas e peões tenham a garra e a coragem de representar suas entidades e regiões.
Que possamos, cada vez mais, angariar participantes para as Cirandas e Entreveros. Por fim, digo que tudo acontece na hora exata para acontecer. Então, não desistam de viver momentos intensos como esses, participando com amor e por amor!
Muito obrigada pelo carinho e lembrança! Sucesso eterno ao Cantinho Gaúcho! 

Marina, muito obrigada pela participação aqui no Blog!
Parabéns por esta linda conquista, que tenhas um caminho iluminado e de muito sucesso junto a teus colegas de gestão.

Abraços.

Pré-estreia da Invernada Juvenil do CTG Erva Mate acontece dia 25


Muitos e muitos convites por aqui *-*

O CTG Erva Mate, de Venâncio Aires/24ª RT, convida a todos para a Pré-estreia de indumentária e coreografias da Invernada Juvenil da entidade, que se prepara para a final do Juvenart 2018.

O evento acontece na quarta-feira, dia 25 de julho, a partir das 10h30min. 
Uma ótima diversão para este dia de feriado no município!

Haverá ótima copa e cozinha, e é claro, diversas apresentações artísticas.
Prestigie!!!

quarta-feira, 11 de julho de 2018

CTG Osório de Assis realiza Bingo neste sexta

A invernada Juvenil do CTG Osório de Assis - 14ª RT realiza Bingo Beneficente nesta sexta-feira, dia 13, na sede da entidade. 

É a partir das 20h.

Participe!


CTG Vinte de Setembro, de Curitiba, realiza Baile de Inverno

É nesta sexta, dia 13 de julho, que o CTG Vinte de Setembro realiza um grande Baile de Inverno!

O Grupo Os Mateadores será o responsável por animar a noite e garantir muita música boa pra todos os gaúchos e simpatizantes da nossa cultura que lá pras bandas de Curitiba-PR, também gostam de um bom baile gaúcho.

Tchê, se tu moras por lá ou estará de passagem, não deixe de prestigiar!


Chasque enviado por Isabelly Komiak, do CTG Vinte de Setembro de Curitiba - PR.

PQT À Moda Antiga promove Rodeio de 20 a 23 de outubro


O PQT À Moda Antiga vem convidar gaúchos dos quatro cantos do Rio Grande, para irem até a Terra da Ovelha, querida Pinheiro Machado / 21ª RT, e se fazerem presentes no 2° Rodeio da entidade, o qual contará pela primeira vez com uma etapa do Circuito de Rodeios Universitários do Estado do Rio Grande do Sul, e acontecerá de 20 a 23 de outubro de 2018.

O feito é extrema importância pois a família À Moda Antiga, filiada ao CCTG Lila Alves, é formada por uma patronagem toda de jovens, que buscam fortalecer nossa história e cultura, e fazer com que nossa verdadeira raiz nunca morra. 

O evento nesta edição tem uma expectativa de público de mais de 5 mil pessoas, e conta com as seguintes atrações:

Laço;
Festival de Música Nativa;
Potros de 21 dias;
Gineteadas;
Mateada;
Shows;
Baile;
Encontro de Invernadas;
Feira de carros;
E muito mais! 

Deixamos por aqui este convite super especial.
Participe!!!

CTG Tio Lautério realiza fandango com Grupo Rodeio nesta sexta

Bom dia!!!

Segue divulgação de grande fandango com Grupo Rodeio que acontece no CTG Tio Lautério, em São Leopoldo / 12ª RT,  nesta sexta-feira, dia 13 de julho.

Participe!!!

terça-feira, 10 de julho de 2018

24ª Recepção às Prendas Estaduais acontece dia 22 em Santo Antônio de Palma

Em uma visita à Dona Iolanda Banunas como forma de demonstrar gratidão e valorização do trabalho e do carinho direcionados às Prendas do Rio Grande do Sul, foi acordada a organização da 24ª Recepção às Prendas Estaduais.

Neste ano, com o apoio da Dona Iolanda Banunas, este momento ímpar ocorrerá no dia 22 de julho, na casa da 3ª Prenda do Rio Grande do Sul, Tamara Trentini Rigo: o CTG Pousada dos Tropeiros e a cidade de Santo Antônio do Palma.

As madrinhas das Prendas do Rio Grande do Sul nesta recepção serão as Prendas da 7ª Região Tradicionalista gestão 2018/2019. Desde já agradecemos a receptividade, o carinho e a atenção que recebemos da Dona Iolanda Banunas. 


Que seja um momento de união, integração e realização de sonhos! ❤

Programação:
10h - Abertura Oficial
10h30min - Bênção Religiosa e Entrega das Plaquinhas
12h - Almoço
13h30min - Integração

CTG Estância Pedro Broll Sobrinho realiza Sarau de Prendas

O CTG Estância Pedro Broll Sobrinho, de Cacequi/10ª RT, realiza no dia 21 de julho de 2018 o Sarau da Prenda Jovem.

Patronagem e prendas da entidade convidam para o evento que contará com a animação do Grupo 4 Gaudérios.

Participe! Vai ser lindo!!!


Chasque enviado por
3ª Prenda da 10ª RT, Luiza de Alencastro Lima.

Departamento Campeiro do CTG Tropilha Farrapa promove feijoada dia 13


O Departamento Campeiro do CTG Tropilha Farrapa está promovendo sua tradicional Feijoada, que acontece no dia 13 de julho na sede da entidade!

Garanta já o teu ingresso!!!

Horário: 20h30min
Valor: R$ 25,00 - adulto / R$ 15,00 – crianças de 07 a 12 anos
Animação: Grupo Lida Bruta

Pré-estreia das Invernadas do GAN Anita Garibaldi acontece neste sábado

É neste sábado, dia 14, que acontece a o Jantar Fandango de Pré-estreia das invernadas do GAN Anita Garibaldi, em Encantado/24ª RT.

Prestigie e conheça as novas coreografias das invernadas da entidade, e também confira a apresentação especial da invernada adulta que está em turnê pela Turquia.

Os ingressos estão a venda com os integrantes das invernadas!

segunda-feira, 9 de julho de 2018

XXIV FestMirim - Ordem de apresentação


Olá amigos!

O Festival Tradicionalista Mirim do ano de 2018 será realizado nos dias 27, 28 e 29 de julho, na cidade de Santa Maria, sob organização central do Centro de Pesquisas Folclóricas Piá do Sul, e terá como ordem de apresentação, a seguinte:

Declamação Feminina

01. Micaely Ribeiro Castro - CTG Tarumã - São Gabriel
02. Manuela Justo do Amaral - CTG Querência do Imbé - Imbé
03. Maria Luiza da Silva Guimarães - CTG Sentinela da Querência - Santa Maria
04. Bibiana Barboza das Neves - CCN Sentinela do Rio Grande - Rio Grande
05. Ellen Eduarda de Paula - DT Simpasso - Passo Fundo
06. Maria Eduarda Bernardes Becker - CTG Passo do Ijuí - Entre Ijuís
07. Carla Gomes - CTG Lenços Brancos do Bom Fim - São Gabriel
08. Fernanda Diniz Rothmund - CTG Querência Azaléia - Parobé
09. Milena Kemp Ruppel - CTG Gaspar da Silveira Martins - Ajuricaba
10. Yasmin Machado Flores - DTCE Marcas do Pampa - Santa Maria
11. Julia da Rosa Severo - CTG Carreteiros da Saudade - Gravataí
12. Rafaela Mate da Silva - CTG Querência da Serra - Cruz Alta
13. Ana Elisa Tiecher Mistura - CTG Felipe Portinho - Marau
14. Luiza Barbosa Dias - CTG Guapos do Itapuí - Campo Bom
15. Kamilly da Silveira Ramos - CTG Rancho de Gaudérios - Farroupilha
16. Ana Vitoria Froelich - CTG Sepé Tiaraju - Santa Rosa
17. Emily Teixeira de Morais - CTG Moacyr da Motta Fortes - Passo Fundo
18. Ana Laura Bortolamedi - CTG Sangue Nativo - Parobé
19. Letícia Guimarães de Paula - CTG Patrulha do Oeste - Uruguaiana
20. Manuela Soares Cornelli - CTG Gildo de Freitas - Porto Alegre
21. Luana Gusmão Freitas - CTG Rincão da Carolina - Santana do Livramento
22. Julia Setti Mazzon - CTG Felipe Portinho - Marau
23. Ingrid Silveira Streit - CTG Querência do Imbé - Imbé
24. Amanda Pereira dos Santos - CTG Os Legalistas - Santo Angelo
25. Gabrielly Alves da Luz - CPF Piá do Sul - Santa Maria
26. Eloisa Bergamaschi - CTG Chaleira Preta - Venâncio Aires
27. Eduarda Cechet - CTG Sentinela da Querência - Erechim
28. Letícia Pinto Valliatti - DT Simpasso - Passo Fundo
29. Luiza Webster Quinteiro - CTG Aldeia dos Anjos - Gravataí
30. Gabriella Heberlê Chaves - CTG Tarumã - São Gabriel
31. Nátaly da Luz Reuse - CTG Bento Gonçalves - Santa Maria
32. Maria Luiza Vargas Figueiredo Vargas - CTG Bento Gonçalves - Santa Maria
33. Isabella de Quevedo Chaves Guerra - CTG Rincão Serrano - Carazinho
34. Eduarda Montanari Pires - CTG Rancho de Gaudérios - Farroupilha
35. Dara Montagna Neto - CTG Mata Nativa - Canoas
36. Victoria Allebrandt Padilha - CTG Sepé Tiaraju - Santa Rosa
37. Camilly Moraes Rocha - CTG Querência Azaléia - Parobé
38. Maria Eduarda Henriques Fonseca - CTG Sentinela do Forte - Caçapava do Sul
39. Clara Costa de Oliveira - CTG Lanceiros da Zona Sul - Porto Alegre
40. Yasmin Schwab - GAN Anita Garibaldi - Encantado
41. Dandara Correia Roesch - CTG Estância Colorada - Cascavel-PR
42. Luana Vicenzi de Oliveira - CTG Sinuelo da Serra - Serafina Correa
43. Fernanda dos Santos Alves - CTG Patrulha do Oeste - Uruguaiana
44. Maria Clara Wagner de Mello - CTG Sangue Nativo - Parobé
45 Barbara Vitória Spannemberg Vieira - DT do Clube Juvenil - Passo Fundo

Declamação Masculina

01. João Paulo de Oliveira Bergmeier - CTG Aldeia dos Anjos - Gravataí
02. João Vitor Falabrette Rigo - CTG Felipe Portinho - Marau
03. João Vitor Ferreira dos Santos - CTG Querência da Serra - Cruz Alta
04. Israel da Silva Rodrigues dos Santos - CTG Mata Nativa - Canoas
05. Luiz Antonio Brum da Silva - CTG Sepé Tiaraju - Santa Rosa
06. Vitor Menezes - CTG Vaqueanos da Tradição - Porto Alegre
07. Marzo Adriano Pires Monteiro - CTG Tarumã - São Gabriel
08. Pedro Barboza das Neves - CCN Sentinela do Rio Grande - Rio Grande
09. Lucas Malheiros Perucio - CTG Querência da Serra - Cruz Alta
10. Willian dos Santos Piccinin - CTG Galpão Alegre - São Martinho da Serra
11. Guilherme Diniz Camargo - CTG Rancho de Gaudérios - Farroupilha
12. Eduardo Medeiros Ramos - CTG Lanceiros da Zona Sul - Porto Alegre
13. Luigi Viana Muller - CTG Bento Gonçalves - Santa Maria
14. Luiz Henrique Wisniewski - CTG Os Legalistas - Santo Angelo
15. Henrique Teixeira Matos - CTG Patrulha do Rio Grande - Santo Antonio da Patrulha
16. Lorenzo Coelho Pereira - CTG Rincão da Carolina - Santana do Livramento
17. Miguel Conrad Madri - CTG Querência Xucra - São Gabriel
18. Vitor Naue da Cunha - CTG Chaleira Preta - Venâncio Aires
19. Theo Almeida Leal - CTG Aldeia dos Anjos - Gravataí
20. Vitor Gasperin - CTG Sinuelo da Serra - Serafina Correa
21. Lucas Eduardo Fernandes Pinto - CTG Desgarrados da Querência - Sapiranga
22. Arthur Correa Lolz - CTG Passo do Ijuí - Entre Ijuís
23. Rodrigo Machado Silveira Junior - CTG Sentinela dos Cerros - Caçapava do Sul
24. Juan Vinicius Sichmann Del Aguila - UG João Simões Lopes Neto - Pelotas
25. Pedro Henrique Alves Stein - CTG Sangue Nativo - Parobé
26. João Pedro Simonatto - CTG Cavalo Branco - São Jorge
27. Murilo de Souza Martins - CTG Tropeiros da Lealdade - Cachoeira do Sul
28. Vitor Gomes Carvalho - GDF Os Farroupilhas - Santo Angelo
29. Julio Cesar de Lima Silva - DT Querência das Dores - Santa Maria
30. Iago da Silva Ferneda - CTG Felipe Portinho - Marau

Intérprete Vocal Feminino

01. Maria Luiza Tasca Perin - CTG Laço Velho - Bento Gonçalves
02. Helena Xarão Figueiredo - CTG Querência Xucra - São Gabriel
03. Amanda Miranda Lauxen - CTG Querência Xucra - São Gabriel
04. Luise Martins Gomes - CTG Sentinela da Querência - Santa Maria
05. Yasmin Schwab - GAN Anita Garibaldi - Encantado
06. Mayara Kauani de Brito Moreira - CTG Lenços Brancos do Bom Fim - São Gabriel
07. Manuela Dell Aglio Gomes Seeger - CTG Sentinela da Querência - Santa Maria
08. Caroline Sentena - CTG Última Tropeada - Guaporé
09. Anita Coruja Rodrigues Dutra - CTG Rancho da Saudade - Cachoeirinha
10. Laura Palhano Chaves - DT do Clube Juvenil - Passo Fundo
11. Anelise Thome Lemos - DT do Clube Juvenil - Passo Fundo
12. Ingrid Silveira Streit - CTG Querência do Imbé - Imbé
13. Julia Ortiz Alves Menezes - CTG Rincão da Carolina - Santana do Livramento
14. Ana Julia Hanauer - DT Querência das Dores - Santa Maria
15. Luiza Barbosa Dias - CTG Guapos do Itapuí - Campo Bom
16. Micaely Ribeiro Castro - CTG Tarumã - São Gabriel
17. Giovanna Geroleti Dannemberg - CTG Tropilha Farrapa - Lajeado
18. Amanda Souto Sagaz - CTG Tarumã - São Gabriel
19. Joana Valentina Lorensi Fernandes - CTG Bento Gonçalves - Santa Maria
20. Bell Pires Krentkoski - CTG Sepé Tiaraju - Santa Rosa
21. Vitória Benincá Cedron - DT Simpasso - Passo Fundo
22. Rafaela Justo Hubler - CTG Aldeia dos Anjos - Gravataí
23. Manuela Rocha - CTG Vaqueanos da Tradição - Porto Alegre
24. Julia Penning dos Santos - CTG O Grito de Sepé - Entre Ijuís
25. Tayla Camara Breitenbach - CTG M’Bororé - Campo Bom
26. Luana Vicenzi de Oliveira - CTG Sinuelo da Serra - Serafina Correa
27. Bibiana Barboza das Neves - CCN Sentinela do Rio Grande - Rio Grande
28. Luiza Tormes - CTG Sangue Nativo - Parobé
29. Giovanna Jacobsen Barbieri - CTG Sinuelo da Querência - Palmeira das Missões
30. Bruna da Veiga Tross - DT Simpasso - Passo Fundo
31. Bibiana de Mattos Melo - CTG Tropeiros do Sul - Capão do Leão
32. Emily Teixeira de Morais - CTG Moacyr da Motta Fortes - Passo Fundo
33. Bianca Berton Largo - CTG Taquaruçu - Constantina
34. Julia Monteiro - CTG Eduardo Muller - Passo Fundo
35. Amanda Spenassato - CTG Felipe Portinho - Marau

Intérprete Vocal Masculino

01. Henry Guilherme da Silva Ramos - CTG O Grito de Sepé - Entre Ijuís
02. Miguel Conrad Madri - CTG Querência Xucra - São Gabriel
03. Victor Zavierucka Bortolini - CTG Sentinela da Querência - Santa Maria
04. Marzo Adriano Pires Monteiro - CTG Tarumã - São Gabriel
05. Luiz Filipe Pavani - CTG Vaqueanos da Tradição - Porto Alegre
06. Dionathan Roberto dos Santos Pimentel - DTG Tropeiros do Ouro Negro - Canoas
07. Andrei Eduardo da Silva - CTG Guapos do Itapuí - Campo Bom
08. Pedro Rohde Frank - CTG Rincão Serrano - Carazinho
09. João Vitor Camargo - CTG Guapos do Itapuí - Campo Bom
10. Vitor Gomes Carvalho - GDF Os Farroupilhas - Santo Angelo
11. Murilo Vargas - CTG Passo do Ijuí - Entre Ijuís
12. Bernardo da Veiga Tross - DT Simpasso - Passo Fundo
13. Vitor Gasperin - CTG Sinuelo da Serra - Serafina Correa
14. Pedro Barboza das Neves - CCN Sentinela do Rio Grande - Rio Grande
15. Leonardo Andrades Schneider - CTG Patrulha do Oeste - Uruguaiana
16. Danilo Rossignollo - DT Querência das Dores - Santa Maria
17. Mateus Tartari - CTG O Grito de Sepé - Entre Ijuís

Gaita Tecla

01. Renan Gomes Rousado - PQT Parceiros da Tradição - Alvorada
02. Leonardo Andrades Schneider - CTG Patrulha do Oeste - Uruguaiana
03. Ingrid Silveira Streit - CTG Querência do Imbé - Imbé
04. Eduardo Andrin Piva - CTG Última Tropeada - Guaporé
05. Thais da Silva Freitas - DT Querência da Medianeira - Santa Maria
06. Rafaela Fernanda Tormen - CTG Sentinela da Querência - Erechim
07. Evelin Taiane Deluca - CTG Laço Velho - Bento Gonçalves
08. Dionatha Arthur Vargas Filho - DT Querência da Medianeira - Santa Maria
09. Gustavo Alves Dor - DTG Leão da Serra - São Leopoldo

Gaita Ponto

01. Guilherme Rodrigues Vicente - Centro Farroupilha de Tradições Gaúchas - Alegrete
02. Pedro Lucca Nascimento Ricardo - CTG Carreteiros da Saudade - Gravataí
03. Guilherme de Oliveira da Silva - CTG Lenços Brancos do Bom Fim - São Gabriel
04. Miguel Conrad Madri - CTG Querência Xucra - São Gabriel
05. Ricardo Augusto Albrecht - CTG Gaspar da Silveira Martins - Ajuricaba
06. Leonardo Andrades Schneider - CTG Patrulha do Oeste - Uruguaiana
07. Nicolas Rafhael Pech - CTG Guapos do Itapuí - Campo Bom
08. Valentina Rafaela Siede - CTG Gaspar da Silveira Martins - Ajuricaba
09. Guilherme Henrique Dallabrida - GF Chaleira Preta - Ijuí

Violão

01. Dandara Correia Roesch - CTG Estância Colorada - Cascavel-PR
02. Gabriel do Nascimento Bison - CTG Última Tropeada - Guaporé
03. Andrei Eduardo da Silva - CTG Guapos do Itapuí - Campo Bom
04. Henry Ferreira Demetrio - CTG Querência do Imbé - Imbé
05. Marzo Adriano Pires Monteiro - CTG Tarumã - São Gabriel

Danças Gaúchas de Salão

01. Vitoria Guimaraes da Silva e Raul Guimarães da Silva
CTG Felipe Portinho - Marau

02. Yasmim Raquel Soares e Guilherme de Oliveira do Matto
CTG Guapos do Itapuí - Campo Bom

03. Laura Bilhar Klein e Bernardo W. de Q. da Silva
CTG Lalau Miranda - Passo Fundo

04. Maria Eduarda Quiroz de Souza e Lucas da Luz de Jesus
CTG Sinuelo do Pago - Uruguaiana

05. Evelyn Bilar Abade e Joao Vitor Martins Achilles
CTG Lenços Brancos do Bom Fim - São Gabriel

06. Livia Barros Ribas e Bernardo Jaboski Groth
CTG Tarumã - São Gabriel

07. Amanda Rocha de Araujo e Israel da Silva Rodrigues dos Santos
CTG Mata Nativa - Canoas

08. Victória Cristina Roza Costa e Donavan Roza Costa
CTG Rancho da Saudade - Cachoeirinha

09. Emanuely Vitória Roso e Bruno Gawski Caovilla
CTG Laço da Amizade - Casca

10. Alessandra Becker N. do Nascimento e Guilherme de Almeida Galarza
CTG Patrulha do Oeste - Uruguaiana

11. Nicolle Maurer Goulart e Vinícius Gabriel Guterres Feckner
CTG Patrulha do Oeste - Uruguaiana

12. Mahara Dickow Lemos e William Charão Ottes
CTG Tropeiros da Amizade - Santa Cruz do Sul

13. Julia Setti Mazzon e Rafhael Dal Paz das Chagas
CTG Felipe Portinho - Marau

14. Vitoria Benincá Cendron e Kauã Santos Cavalheiro
DT Simpasso - Passo Fundo

15. Gabriella Heberlê Chaves Marzo e Adriano Pires Monteiro
CTG Tarumã - São Gabriel

16. Anita Magalhães de Vargas e Guilherme Rodrigues Vicente
Centro Farroupilha de Tradições Gaúchas - Alegrete

17. Emily Carvalho Ortiz e Guilherme Oliz Nunes Alves
GAN Campo Aberto - Bagé

18. Isadora Lopes Carbonel e João Pedro Fernandes Garcia
Centro Farroupilha de Tradições Gaúchas - Alegrete

19. Milena Flores Pereira e Filipe Hagberg Pereira
CTG Lanceiros da Zona Sul - Porto Alegre

20. Valentini Machado Marques e Andrio Freitas de Andrade
CTG Sentinela dos Cerros - Caçapava do Sul

21. Ana Paula Rossato e Clovis Alex Soares filho
CTG Guapos do Itapuí - Campo Bom

22. Ana Cecilia Goudinho de Freitas e Jorge Goudinho de Freitas
CTG Sentinela do Forte - Caçapava do Sul

23. Maria Eduarda Pedroso Back e Luiz Antonio Brum da Silva
CTG Sepé Tiaraju - Santa Rosa

24. Isabelly Carvalho Guimarães e Augusto Portes de Souza
CTG Moacyr da Motta Fortes - Passo Fundo

25. Camille Brito dos Santos e Pablo Thomas Lang
CTG Querência Azaléia - Parobé

26. Emily Teixeira de Morais e Kauan Webber
CTG Moacyr da Motta Fortes - Passo Fundo

27. Adria Dorneles Rodrigues e Luiz Henrique da Silveira Rodrigues
CTG Sentinela do Forte - Caçapava do Sul

28. Giovanna Geroleti Dannemberg e Pedro Rossetti
CTG Tropilha Farrapa - Lajeado

29. Rafaela Fernanda Tormen e Vitor Eduardo Wiest
CTG Sentinela da Querência - Erechim

30. Sophia Pungan Dezordi e Felipe Andretta
CTG Galpão Campeiro - Erechim

31. Érica Raphaeli Severo Prado e Felipe Severo Prado
CTG Sinuelo do Pago - Uruguaiana

32. Mariana da Silva e Matheus Trindade Ferreira
CTG Lenços Brancos do Bom Fim - São Gabriel

33. Maria Eduarda Bernardes Becker e Murilo Vargas
CTG Passo do Ijuí - Entre Ijuís

34. Giovana Tavares e Pedro Otavio Cerveira
CTG Querência Azaléia - Parobé

35. Isabela Delfim Alves de Souza e Gustavo Silva dos Santos
AT Poncho Branco - Santa Maria

36. Manuela Rocha e Vitor Menezes
CTG Vaqueanos da Tradição - Porto Alegre

37. Luiza Webster Quinteiro e Gustavo Gadea Garcia
CTG Aldeia dos Anjos - Gravataí

38. Maria Eduarda Benincá Cendron e Bernardo da Veiga Tross
DT Simpasso - Passo Fundo

39. Valentina Nunes e Gabriel Henrique Hubner
CTG Tropilha Farrapa - Lajeado

40. Carol Souto Lucas e Kauan Franzin Porto
AT Poncho Branco - Santa Maria

41. Manuela Soares Cornelli e Leonardo Alonso Siste Cunha
CTG Gildo de Freitas - Porto Alegre

42. Bell Pires Krentkoski e Eduardo Augusto Tolfo
CTG Sepé Tiaraju - Santa Rosa

Danças Tradicionais - Iniciantes

Sexta-feira - manhã - início 8h45min
01. PL Estância de Santa Ana - Capela de Santana
02. CTG Sentinela do Forte - Caçapava do Sul
03. CTG Tropilha Crioula - São Borja
04. CTF Os Nativos - Santa Maria
05. CTG Pedro Telles Tourem - São Francisco de Assis
06. CTG Manoel Teixeira - Tapejara S

Sexta-feira - tarde
01. CTG Familia Nativista - Caçapava do Sul
02. CTG Rancho da Amizade - Santo Cristo
03. CTG Querência do Imbé - Imbé
04. CTG Mourão da Estância - Estância Velha
05. DTG Poncho Verde - Panambi
06. CTG Lenços Brancos do Bom Fim - São Gabriel
07. GDF Os Farroupilhas - Santo Angelo
08. CTG Sinuelo do Sul - Pelotas

Sexta-feira - fim da tarde
01. CTG Querência da Serra - Seberi
02. DC Alma Gaúcha - Dom Pedrito
03. CTG Carreteiros de Horizonte - Horizontina
04. Centro Farroupilha de Tradições Gaúchas - Alegrete
05. CTF Alma Gaúcha - Santa Maria
06. CTG Gaspar da Silveira Martins - Ajuricaba
07. CTG Sinuelo do Pago - Uruguaiana
08. CTG Fronteira Aberta - Santana do Livramento
09. CTG Rodeio da Querência - Frederico Westphalen

Sexta-feira - noite
01. CTG Estância do Chimarrão - Cachoeira do Sul
02. CTG Bento Gonçalves - Santa Maria
03. CTG Tropeiros da Lealdade - Cachoeira do Sul
04. CTG Galpão Alegre - São Martinho da Serra
05. PTG Jayme Caetano Braun - Santana do Livramento
06. DT Querência das Dores - Santa Maria
07. DTCE Marcas do Pampa - Santa Maria

Domingo de manhã
01. CTG Chama Crioula - Santa Rosa
02. DTG Leão da Serra - São Leopoldo
03. CTG Rincão da Carolina - Santana do Livramento
04. CTG Passo do Ijuí - Entre Ijuís
05. CTG Tropeiro Velho - Panambi
06. CTG O Grito de Sepé - Entre Ijuís
07. CTG Querência da Serra - Cruz Alta
08. CTG Sepé Tiarajú - Santa Rosa
09. GF Chaleira Preta - Ijuí

Danças Tradicionais - Força A

01. CTG M’Bororé - Campo Bom
02. CTG Rancho de Gaudérios - Farroupilha
03. CTG Querência Azaléia - Parobé
04. CTG Tarumã - São Gabriel
05. UG João Simões Lopes Neto - Pelotas
06. CTG Guapos do Itapuí - Campo Bom
07. CTG Patrulha do Oeste - Uruguaiana
08. CTG Essência da Tradição - Novo Hamburgo
09. DTG Sentinelas da Tradição - Tupanciretã
10. CTG Ronda Crioula - São Valentim
11. CTG Lanceiros da Zona Sul - Porto Alegre
12. GTC 20 de Setembro - Xangri-Lá
13. CTG Aldeia dos Anjos - Gravataí
14. CTG Ronda Charrua - Farroupilha
15. GF Fogo de Chão - Ijuí
16. CTG Felipe Portinho - Marau
17. CTG Cavalo Branco - São Jorge
18. CTG Laço da Amizade - Casca
19. CTG Carreteiros da Saudade - Gravataí
20. GAN Anita Garibaldi - Encantado
21. CTG Moacyr da Motta Fortes - Passo Fundo
22. CTG Aconchego dos Caranchos - Alegrete
23. CTG Rancho da Saudade - Cachoeirinha
24. CTG Pousada do Imigrante - Nova Bassano
25. CTG Palanques da Tradição - Campo Bom
26. CTG Essência Gaúcha - Taquara
27. CTG Última Tropeada - Guaporé
28. CTG Sentinela da Querência - Santa Maria
29. CTG Sangue Nativo - Parobé
30. DT do Clube Juvenil - Passo Fundo
31. CTG Coronel Chico Borges - Santo Antonio da Patrulha
32. CTG Patrulha do Rio Grande - Santo Antonio da Patrulha
33. CTG Lalau Miranda - Passo Fundo
34. CTG Giuseppe Garibaldi - Encantado
35. CTG Gildo de Freitas - Porto Alegre
36. CTG Laço da Amizade - Gravataí

Desejo muito sucesso a todos!
Vocês, mirins, são o nosso presente e futuro no tradicionalismo, e estão todos de parabéns por já amarem tanto e se dedicarem à nossa cultura com tanto afinco.

Um forte abraço a todos, e ótimo início de semana :)

Para Estudar - Questões de Prova - Parte 27


PROVA ESCRITA 49ª CIRANDA CULTURAL DE PRENDAS
CATEGORIA MIRIM – FASE REGIONAL


1ª PARTE: TRADICIONALISMO, TRADIÇÃO E FOLCLORE

01. No hábito de tomar chimarrão, é comum a pessoa que faz o mate servir aos outros companheiros mateadores. Como é chamada a pessoa que faz o mate?
a - Mateador
b - Cevador
c - Servidor
d - Enchedor

02. Quando a pessoa que faz o mate, cada vez que vai encher o mesmo, tem que se afastar do local indo à cozinha ou outro lugar onde a água esteja, estamos nos referindo ao:
a - Mate distante
b - Mate caminhado
c - Mate tamanqueado
d - Mate escaldado

03. Mito universal, com nome específico em cada local. Alguns autores classificam este mito como uma "lenda do ciclo indígena". Trata-se de uma cobra grande que, após o dilúvio, comeu os olhos dos animais mortos, tanto comeu que seu corpo ficou cheio de luz. Qual o nome deste mito?
a - Angoéra
b - Salamanca do Jarau
c - Boitatá
d - Mula sem cabeça

04. Nas festas juninas existe uma brincadeira chamada _______________. Esta brincadeira consiste num poste de madeira engordurado onde as crianças e adolescentes sobem tentando atingir o seu topo (sem escorregar), conquistando um prêmio. Qual o nome desta brincadeira?
a - Dança do bastão
b - Dança da batata
c - Corrida do mastro
d - Pau de sebo

05. Cobrinha, alturinha e reloginho são variantes de uma brincadeira muito apreciada pelas crianças, esta brincadeira é conhecida pelo nome de:
a - Esconder
b - Pular corda
c - Pega-pega
d - Balanço

06. Uma brincadeira divertida é aquela em que as crianças ficam em fileira dupla, frente a frente. Uma delas deverá imitar o competidor, sem rir. Esta brincadeira é conhecida como:
a - Jogo do sério
b - Jogo do desafio
c - Jogo do espelho
d - Jogo da comparação

07. O hábito de andar em fila, comum entre as famílias do meio rural, descansar de cócoras e o mutirão são legados que nos deixaram os:
a - Negros
b - Índios
c - Alemães
d - Açorianos

08. As crendices e superstições, cantigas de roda e acalantos fazem parte da herança cultural que nos deixaram os imigrantes:
a - Alemães
b - Espanhóis
c - Italianos
d - Portugueses

09. Há duas explicações sobre as fogueiras feitas durante as festas juninas. Os pagão acreditavam que elas representavam os maus espíritos. Já os católicos acreditavam que era sinal de bons presságios. Quando as lenhas da fogueira são dispostas em forma triangular, o Santo homenageado é:
a - São João
b - Santo Antônio
c - São Pedro
d - São Paulo

10. Dança tradicional que se caracteriza pela execução de quadrinhas recitadas pelos dançarinos, par por par, entre uma parte e outra da dança. A qual dança estamos nos referindo?
a - Chote de Duas Damas
b - Cana Verde
c - Meia-Canha (Polca de relação)
d - Chote das Sete Voltas

11. Planta milagrosa, muito conhecida pelas suas amplas aplicações. Sua floração ocorre nos meses de março e abril, coincidindo com a época da páscoa podendo ser usada em forma de chá. Esta planta é conhecida pelo nome de:
a - Carqueja
b - Boldo
c - Maçanilha
d - Marcela (ou Macela)

12. O "Piquete da Tradição" do Colégio Júlio de Castilhos, realizou uma cavalgada em 05 de setembro de 1947 acompanhando os restos mortais do herói farroupilha:
a - Corte Real
b - Davi Canabarro
c - Bento Manuel Ribeiro
d - Onofre Pires

13. Os Centros de Tradições Gaúchas possuem uma linguagem própria com relação aos seus integrantes. Quanto a estas nomenclaturas, podemos dizer que o _______________ desempenha a função de tesoureiro do CTG.
a - Patrão
b - Capataz geral
c - Sota capataz
d - Agregado das pilchas

14. Ao final do dia 07 de setembro de 1947, três jovens gaúchos participaram da retirada da centelha da Pira da Pátria que deu origem à primeira Chama Crioula. Este fato ocorreu em Porto Alegre e os três jovens que participaram foram:   
a - João Carlos Paixão Cortes - Cilço Campos - Orlando Jorge Degrazzia
b - Fernando Machado Vieira - Cyro Dutra Ferreira - Orlando Jorge Degrazzia
c - João Carlos Paixão Cortes - Cyro Dutra Ferreira - Fernando Machado Vieira
d - João Carlos Paixão Cortes - Cyro Dutra Ferreira - João Machado Vieira

15. Com relação à nomenclatura utilizada pelas entidades tradicionalistas filiadas ao MTG, podemos dizer que a reunião administrativa da patronagem chama-se:
a - Ronda
b - Entrevero
c - Cancha
d - Charla

16. Entre os santos alegremente festejados durante o ciclo junino há um que também se chama Simão, é conhecido por ser o protetor da Igreja Universal e é muito festejado pelos marinheiros e viúvas. Seu nome é:
a - Santo Antônio
b - São Pedro
c - São Paulo
d - São João

17. Os índios nos deixaram inúmeras heranças culturais. Uma das grandes contribuições indígenas, _______________, até hoje muito é usada na indumentária gaúcha.
a - O chiripá
b - O tipoy
c - O poncho
d - A túnica

18. A tese "O Sentido e o Valor do Tradicionalismo" é de autoria de _______________, foi aprovada no 1º Congresso Tradicionalista realizado nos dias 2, 3 e 4 de julho no CTG _______________, na cidade de _______________.
a - Luiz Carlos Barbosa Lessa - O Fogão Gaúcho - Taquara
b - Luiz Carlos Barbosa Lessa - Ponche Verde - Santa Maria
c - Luiz Carlos Barbosa Lessa - Lenço Branco - Santa Maria
d - Luiz Carlos Barbosa Lessa - Ponche Verde - Bagé

19. Com relação ao vestido de prenda da categoria Mirim, podemos afirmar que:
a - O modelo pode ser cortado na cintura ou ter a cintura baixa
b - A barra da saia pode ser 5 cm ou 6 cm acima do tornozelo, ou até meia canela
c - O decote pode ser pequeno podendo ter gola ou não
d - Todas as opções estão certas

20. Vivendo comumente em casais, esta ave habita os campos limpos, as restingas, as encostas dos banhados e lagos. Jamais abandonam seus ninhos e filhotes. É conhecido como sentinela das coxilhas e é a ave símbolo do Rio Grande do Sul.
a - Cardeal
b - João-de-Barro
c - Quero-quero
d - Pica-pau

2ª PARTE: HISTÓRIA DO RIO GRANDE DO SUL

21. Entre os grupos indígenas que habitavam o Rio Grande do Sul, destaca-se um que, por hábito, praticava o "puxirum" ou mutirão, nome dado ao trabalho em grupo para ajudar na construção da roça ou de uma casa. O beneficiado pagava os participantes com bebida alcoólica. Os índios que praticavam o puxirum ou mutirão eram:
a - Os jês
b - Os pampeanos
c - Os guaranis
d - Os charruas

22. Em 1682, os padres jesuítas retornaram ao Rio Grande do Sul com o fim de fundar os 7 Povos das Missões. A primeira Missão a ser fundada foi _______________. Em 1806 foi fundada a última Missão com o nome de _______________. Assinale a opção que melhor completa as lacunas:
a - São Lourenço Mártir - São Nicolau
b - São Miguel Arcanjo - São Luiz Gonzaga
c - São João Batista - São Lourenço Mártir
d - São Francisco de Borja - Santo Ângelo Custódio

23. Em fevereiro de 1756 aconteceu o combate _______________, conhecido por ser o maior massacre da história missioneira, onde quase mil e quinhentos índios foram mortos pelos exércitos de Portugal e Espanha.
a - Das Missões
b - De Caiboaté
c - Da Sanga da Bica
d - Do Passo do Rosário

24. Em função do Tratado de Madri, o Governador Gomes Freire de Andrade resolveu substituir os índios dos Sete Povos por:
a - Imigrantes italianos
b - Tropeiros com as famílias
c - Casais alemães
d - Casais açoritas

25. A Revolução Farroupilha teve início no dia 20 de setembro de 1835 com a tomada de Porto Alegre. Nesta ocasião, as tropas farrapas eram comandadas por:
a - Bento Gonçalves da Silva e Onofre Pires
b - Onofre Pires e José Vasconcelos Gomes Jardim
c - Davi Canabarro e Gomes Jardim
d - Gomes Jardim e  Bento Gonçalves da Silva

26. As capitais farroupilha foram, em ordem cronológica (primeira, segunda e terceira):
a - Piratini - Alegrete - Caçapava
b - Alegrete - Piratini - Caçapava
c - Caçapava - Alegrete - Piratini
d - Piratini - Caçapava - Alegrete

27. Os quatro primeiros municípios do Rio Grande do Sul foram:
a - Rio Pardo - Caxias do Sul - Santo Antônio da Patrulha - Rio Grande
b - Viamão - Santo Ângelo - Rio Grande - Porto Alegre
c - Santo Antônio da Patrulha - Rio Pardo - Rio Grande - Porto Alegre
d - Rio Grande - Porto Alegre - Caxias do Sul - Viamão

28. Sobre os imigrantes açorianos é errado dizer que:
a - Eram lavradores e dominavam as técnicas agrícolas
b - Praticavam a pesca artesanal
c - Produziam ferramentas agrícolas, calçados e cervejas
d - Povo alegre, que tinha na dança um elemento de integração importante

29. A imigração alemã trouxe muitas consequências para o Rio Grande do Sul na esfera econômica e cultural. Estes colonos adaptaram os tipos de casas que conheciam em sua terra natal às peculiaridades geográficas rio-grandenses. O estilo de casa que herdamos dos alemães é:
a - Sobrados
b - Com alpendres 
c - Estilo enxaimel
d - De tijolos coloridos

30. Os _______________ foram muito importantes para o Rio Grande do Sul, pois deixaram inúmeras heranças culturais, como o uso de turbantes, por exemplo. Foi com o desenvolvimento das charqueadas que se deu o ingresso mais expressivo dessa etnia:
a - Bugreiros
b - Peões
c - Tropeiros
d - Negros

3ª PARTE: GEOGRAFIA DO RIO GRANDE DO SUL

31. A faixa de terra que fica junto ao Oceano Atlântico é uma planície, pois seus terrenos são baixos e planos. Esta região é conhecida como Planície Litorânea ou Planície Costeira, onde encontram-se:
A - A laguna dos Patos, a lagoa Mirim e a lagoa Mangueira
B - A Ilha dos Lobos, no município de Torres, a única ilha oceânica do Estado do Rio Grande do Sul
C - O Porto de Rio Grande, o mais importante do Estado do Rio Grande do Sul
D - Cidades como: Torres, Capão da Canoa, Cidreira, São Lourenço do Sul, Canela e São Francisco de Paula
Com base nas afirmativas acima, marque a resposta correta:
a - Somente as letras A, C e D estão corretas
b - Somente as letras A, B e C estão corretas
c - Somente as letras B, C e D estão corretas
d - Somente as letras A, B e D estão corretas

32. Os campos ocupam cerca de 66% da superfície do nosso Estado. A vegetação característica desta região é composta por _______________ e _______________, os quais podem associar-se às matas de galerias em áreas próximas aos rios. Assinale a opção adequada para completar as lacunas:
a - Matas dos pinhais - capões 
b - Mangues - restingas
c - Herbáceas - capões
d - Herbáceas - restingas

33. Segundo Manoelito Carlos Savaris, na obra "Manual de Tradicionalismo Gaúcho", o Pico de Monte Negro, ponto mais elevado do Rio Grande do Sul, localiza-se no município de:
a - Vacaria
b - São José dos Ausentes
c - São José do Herval
d - Caxias do Sul

34. Com relação aos rios que banham o solo gaúcho, assinale a afirmativa correta:
a - O rio Uruguai serve como divisa natural entre os estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul
b - O rio Camaquã deságua no arroio Chuí
c - O rio Piratini lança suas águas no rio Pelotas
d - Os principais afluentes do rio Jacuí são o Pardo e o Ijuí

35. São municípios responsáveis por boa parte da produção de uva no Rio Grande do Sul:
a - Bento Gonçalves e Caxias do Sul
b - Soledade e Carazinho
c - Estrela e Viamão
d - Porto Alegre e Viamão

GABARITO
1 - b, 2 - c, 3 - c, 4 - d, 5 - b, 6 - c, 7 - b, 8 - d, 9 - c, 10 - c, 11 - d, 12 - b, 13 - d, 14 - c, 15 - d, 16 - b, 17 - c, 18 - b, 19 - d, 20 - c, 21 - c, 22 - d, 23 - b, 24 - d, 25 - b, 26 - d, 27 - c, 28 - c, 29 - c, 30 - d, 31 - b, 32 - c, 33 - b, 34 - a, 35 - a

Ps.: quaisquer possíveis erros na digitação ou no gabarito são de responsabilidade do blog. Favor avisar para que possamos corrigir sem prejudicar o estudo de ninguém.