sexta-feira, 20 de julho de 2018

Para Estudar - Questões de Prova - Parte 30


PROVA ESCRITA 31º ENTREVERO CULTURAL DE PEÕES
CATEGORIA PEÃO – FASE REGIONAL

1ª PARTE: TRADICIONALISMO, TRADIÇÃO E FOLCLORE

01. Das afirmações abaixo, todas estão corretas exceto:
a - O Conselho Diretor é o órgão encarregado de estabelecer, orientar e comandar a administração executiva do MTG
b - As reuniões da Convenção Tradicionalista são dirigidas pelo Presidente do MTG
c - A Assembléia Geral Eletiva é instalada pelo Presidente do Congresso Tradicionalista Gaúcho
d - As Regiões Tradicionalistas são constituídas por determinado número de entidades, filiadas ou não

02. Assinale a alternativa incorreta:
a - Regionalismo é uma corrente artística que encontra expressão nos diversos aspectos da arte e literatura de uma região
b - Regionalismo é a expressão do valor cultural e artístico de uma região
c - Regionalismo é a alma do povo gaúcho
d - Regionalismo é o conjunto preservado das tradições populares

03. Com relação à gastronomia, herdamos dos açorianos um prato típico feito com muito caldo, vegetais, linguiça (peixe ou carne), uma parte de pirão e ovos duros misturados ao caldo que sobra do pirão. Este prato é conhecido como:
a - Fervido
b - Sorda
c - Cadela-oveira
d - Cabo-de-relho

04. Os imigrantes alemães contribuíram muito para o aumento demográfico e desenvolvimento econômico do Rio Grande do Sul. Estes imigrantes nos legaram vários costumes e heranças culturais, como por exemplo, a realização dos Kerbs, festa que durava três dias e era realizada em homenagem:
a - Ao padroeiro da colônia
b - Aos imigrantes mais antigos
c - Ao sucesso nas colheitas
d - Ao padroeiro da igreja

05. Na atividade campeira a ação de juntar todo o gado de uma invernada em lugar já determinado, com a finalidade de revisar os animais, dar sal, curar abichados e terneiros recém-nascidos, como apartar, quando necessário, recebe o nome de:
a - Campereada
b - Parar rodeio
c - Confinamento
d - Marcação

06. A bebida símbolo do Rio Grande do Sul é o chimarrão, o qual representa a hospitalidade e confiança depositada. Pode ser tomado solito, em parceria, mas é numa roda de chimarrão que ocorrem as boas conversas e comparações do "amargo" com a vida! A expressão "Anda como mate apertado" significa:
a - Triste, sem graça
b - Exibido, faceiro
c - Bondoso, generoso
d - Em dificuldades

07. O hábito de "encilhar o mate" significa:
a - Trocar toda a cevadura
b - Substituir uma parte da erva por outra mais nova
c - Servir o mate com a mão direita
d - Virar a erva para a outra metade da cuia, antes vazia

08. Várias denominações são atribuídas ao cavalo, com relação à idade, sinais, pelagem, andadura, manhas, dentre outras. Cavalos parelheiros ou lanceiros, são:
a - Os cavalos difíceis de se lidar
b - São os cavalos velhos
c - São os cavalos não domados
d - São os cavalos de corrida de cancha reta

09. Com relação às manhas, o cavalo pode ser tafoneiro, que significa:
a - Que o cavalo que dá volta só para um lado
b - Que o cavalo que se assusta e senta
c - Que o cavalo tem galope curto
d - Que o cavalo dispara

10. As festividades juninas foram introduzidas no Brasil pelos portugueses, ainda durante o período colonial. Entre as atividades do ciclo junino destacavam-se as quermesses, que eram muito prestigiadas e consistiam em:
a - Festas ao ar livre com vários desafios e jogos com a tombola (bingo)
b - Festas de motivação religiosa normalmente realizadas no salão da igreja onde eram servidos alimentos, comidas tradicionais da época
c - Novenas com distribuição de bençãos e pãezinhos
d - Procissões em homenagem aos Santos Juninos

2ª PARTE: HISTÓRIA DO RIO GRANDE DO SUL

11. A Colônia do Sacramento foi fundada em 1680 pelos portugueses liderados por Dom Manoel Lobo. A fortaleza estava localizada em frente a cidade de Buenos Aires, na margem esquerda do Rio da Prata e tinha entre suas finalidades:
1 - Representar os interesses estratégico-militares e econômicos de Portugal
2 - Ampliar os domínios territoriais portugueses na região
3 - Combater o domínio espanhol sobre o comércio que prosperava na região, tendo o rio do Prata como importante meio de escoamento para o mercado europeu
4 - Viabilizar um clima de paz e convívio harmonioso entre os portugueses e castelhanos, evitando assim os ataques à Colônia 
Assinale a opção que contém apenas afirmativas corretas:
a - Apenas as afirmativas 2 e 3 estão corretas
b - Apenas as afirmativas 1, 2 e 4 estão corretas
c - Apenas as afirmativas 1, 2 e 3 estão corretas
d - Apenas as afirmativas 2 e 4 estão corretas
 
12. As desavenças entre portugueses e espanhóis foram muitas o que ocasionou a assinatura de diversos tratados entre as duas nações. Em outubro de 1777 é assinado o Tratado de Santo Ildefonso, que estabelecia o seguinte:
A - Portugueses ficavam com os Sete Povos das Missões e a Colônia do Sacramento
B - A nação que ocupasse primeiro os campos neutrais teria domínio sobre os mesmos
C - Espanhóis ficavam com a Colônia do Sacramento e os Sete Povos das Missões
D - Os portugueses retomavam a ilha de Santa Catarina e a Vila de Rio Grande
Assinale a opção que contém apenas afirmativas corretas:
a - A - D
b - B - C
c - C - D
d - A - B

13. A história do Tropeirismo confunde-se com a ocupação portuguesa na região sul. Reavivar sua memória e estabelecer os estágios iniciais da sociedade que se formou nas fazendas de criação de bovinos, equinos, e muares, bem como nos pousos ao longo das trilhas das tropas. Na época do Tropeirismo na região sul, destacou-se um tipo de tropa composta por animais com cangalhas onde pendiam as bruacas, jacás ou canastras. Estas tropas eram conhecidas pelo nome de:
a - Xucra
b - Arreada
c - Madrinheira 
d - Tangedora

14. A República Rio-Grandense foi proclamada pelo General Antônio de Souza Neto, em 11 de setembro de 1836. Sobre as realizações do novo governo, é incorreto afirmar que:
a - Fundaram uma república separatista que adotou uma nova Bandeira, Escudo de Armas e Hino Nacional
b - Consideravam os brasileiros de outras províncias como estrangeiros
c - Retiraram os seus representantes diplomáticos no Prata
d - Possuíam leis próprias e um projeto de Constituição liberal

15. Em 1930, após assumir o governo provisório da República, Getúlio Dorneles Vargas dissolveu o Senado, a Câmara dos Deputados, as Assembleias Estaduais, e as Câmaras Municipais. Além disso demitiu funcionários públicos e nomeou interventores para os Estados. No Rio Grande do Sul, _______________, um dos articuladores da revolta, assumiu o governo até a nomeação do interventor.
a - Ernesto Dorneles
b - Flores da Cunha
c - Osvaldo Aranha
d - Daltro Filho

3ª PARTE: GEOGRAFIA DO RIO GRANDE DO SUL

16. Com relação à hidrografia, os rios que deságuam diretamente no Oceano Atlântico, oriundos do próprio litoral são pouco expressivos devido a sua pouca largura, baixo declive e a natureza dos areais. O mais notável deles é:
a - O rio Piratini
b - O rio Chuí
c - O rio Jaguarão
d - O rio Camaquã

17. A vegetação original do nosso Estado sofreu diversas alterações desde o início da colonização. A intervenção do homem no meio ambiente através do plantio de árvores em áreas onde havia florestas é conhecida como:
a - Florestamento
b - Restauração Vegetal
c - Reflorestamento
d - Desmatamento

18. No parque industrial do Rio Grande do Sul encontram-se grandes indústrias, entre as quais destacam-se: Aços Finos Piratini, General Motors (e fornecedoras) e as indústrias químico-farmacêuticas e de informática. Os municípios onde estes complexos industriais se localizam, respectivamente:
a - Pelotas - São Leopoldo - Charqueadas
b - Charqueadas - Gravataí - Porto Alegre
c - Rio Grande - Porto Alegre - Canoas
d - Caxias do Sul - Viamão - São Jerônimo

19. Unidades de conservação da natureza são áreas onde a ação humana sofre restrições legais, de forma parcial ou total. A primeira unidade de conservação da natureza criada no Rio Grande do Sul foi:
a - O Parque Nacional da Lagoa do Peixe
b - Refúgio de Vida Silvestre Banhado dos Pacheco
c - Parque Estadual do Delta do Jacuí
d - Parque Estadual do Turvo

20. _______________ é o canyon mais conhecido no Rio Grande do Sul e o maior da América Latina, estando localizado entre _______________ e _______________, no _______________. Quais informações preenchem corretamente as lacunas? 
a - Itaimbezinho - Cambará do Sul - Praia Grande - Parque Nacional dos Aparados da Serra
b - Itaimbezinho - Vacaria - Serra do Herval - Reserva Biológica da Serra Geral
c - Itaimbezinho - Derrubadas - São José dos Ausentes - Parque Estadual do Turvo
d - Itaimbezinho - Cambará do Sul - Praia Grande - Parque Estadual do Itapoã

Gabarito
1 - d, 2 - d, 3 - b, 4 - d, 5 - b, 6 - d, 7 - b, 8 - d, 9 - a, 10 - b, 11 - c, 12 - c, 13 - b, 14 - c, 15 - c, 16 - b, 17 - c, 18 - b, 19 - d, 20 - a

Ps.: quaisquer possíveis erros na digitação ou no gabarito são de responsabilidade do blog. Favor avisar para que possamos corrigir sem prejudicar o estudo de ninguém.

quinta-feira, 19 de julho de 2018

CTG Palanques da Tradição realiza jantar com troca do prendado

É neste sábado, dia 21 de julho, que o CTG Palanques da Tradição / 30ª RT realizará jantar com troca do prendado.

Será uma noite cultural com apresentações artísticas e da nova Gestão de Prendas e Peões da entidade, que inicia a partir das 20h.

No cardápio do jantar, haverá comida campeira, galeto e acompanhamentos ao valor de R$ 20,00.

Participe!!!

Rodeio Artístico Regional da 24ª RT acontece neste final de semana


É neste final de semana, dias 21 e 22, que acontece mais uma edição do Rodeio Artístico Regional da 24ª Região Tradicionalista. Será no Parque João Batista Marchese, cidade de Encantado, tendo como anfitriã o GAN Anita Garibaldi, entidade campeã geral do Rodeio em sua última edição.

Seguem links relacionados a informações do rodeio:

Programação
Com as seguintes alterações:
- Domingo as Danças Tradicionais iniciam as 9h;
- Palco da Chula será na sede do Anita, no mesmo horário;
- A abertura oficial do Rodeio será no sábado, as 18h, no palco 1.

Ordem de apresentação Danças Tradicionais
Ordem de apresentação Individuais

Prestigie.
Estaremos tchê esperando!

MTG abre inscrições para Acampamento Farroupilha

Foto: Eduardo Rocha

O Movimento Tradicionalista Gaúcho abriu as inscrições para o Acampamento Farroupilha de Porto Alegre, que acontece de 7 a 20 de setembro no parque Maurício Sirotsky Sobrinho. Os piquetes interessados podem comparecer de 23 a 27 de julho na Casa do Gaúcho. O atendimento será das 9h às 11h30min e das 13h às 17h diariamente.

Segundo o presidente do MTG, Nairo Callegaro, os interessados devem apresentar, no momento da inscrição, o alvará de 2017 e a ata de troca de patronagem caso tenha acontecido desde a realização do último acampamento, em 2017. Também devem apresentar projeto cultural a ser realizado durante o evento, tendo como tema O Tropeirismo. Também é necessário apresentar os certificados de dois brigadistas.

A retirada do alvará está prevista para o dia 7 de agosto.
Fonte: Assessoria de Imprensa MTG

quarta-feira, 18 de julho de 2018

Para Estudar - Questões de Prova - Parte 29


PROVA ESCRITA 49ª CIRANDA CULTURAL DE PRENDAS
CATEGORIA JUVENIL – FASE REGIONAL


1ª PARTE: TRADICIONALISMO, TRADIÇÃO E FOLCLORE

01. As Regiões Tradicionalistas são órgãos de desconcentração territorial do Movimento Tradicionalista Gaúcho - MTG. Sobre as regiões, podemos afirmar que:
1 - São constituídas por um determinado número de entidades não necessariamente filiadas ao MTG
2 - São agrupadas de acordo com sua localização, por afinidade geográfica ou cultural
3 - Cada Região Tradicionalista será administrada por um Coordenador Regional, o qual será o responsável perante o MTG pelas atividades e funcionamento da sua Região 
4 - Aspectos como a abrangência territorial das Regiões Tradicionalistas bem como a competência dos Coordenadores Regionais serão fixados no Regulamento Geral do MTG
Assinale a afirmativa correta:
a - Somente afirmativas 2 e 3 estão corretas
b - Somente afirmativas 1, 3 e 4 estão corretas
c - Somente afirmativas 2, 3 e 4 estão corretas
d - Somente afirmativas 3 e 4 estão corretas

02. _______________ é um importante documento do tradicionalismo, cujo conteúdo é "cláusula pétrea" do Estatuto do Movimento Tradicionalista Gaúcho. Conforme parágrafo único do artigo 2º do Estatuto que rege o MTG, o referido documento foi redigido por _______________.
a - A tese "O Sentido e o Valor do Tradicionalismo" - Luiz Carlos Barbosa Lessa
b - A Carta de Princípios - Luiz Carlos Barbosa Lessa
c - A Carta de Princípios - Glaucus Saraiva
d - O Plano de Ação Social do MTG - Onésimo Carneiro Duarte

03. O hábito de assistir missa colocando os homens à esquerda e as mulheres à direita de quem entra na igreja, os homens do lado do Evangelho e as mulheres ao lado da Epístola, foi herdado dos imigrantes:
a - Alemães 
b - Portugueses
c - Açorianos
d - Poloneses

04. As casas de modelo de porta e janela, a cama-de-tábua, o baú e o candeeiro são contribuições que herdamos da etnia:
a - Italiana
b - Portuguesa
c - Alemã
d - Espanhola

05. O chimarrão é a bebida símbolo do Rio Grande do Sul. Representa hospitalidade e confiança. Entre as pessoas que possuem este hábito existem alguns dizeres interessantes, dentre eles, o dizer que "Porongo sempre dá cuia". A expressão referida significa:
a - Está no último grau da pobreza
b - O que tem que acontecer, acontece
c - Prepara um negócio pra outra pessoa colher o lucro
d - Uma promessa que nunca se cumpre

06. O homem campeiro após tomar seu chimarrão de forma solita ou em parceria, costuma recostar os avios do mate (cuia com a bomba) entre o bico e o corpo da chaleira. Este tipo de apoio é conhecido como:
a - Tripé
b - Porta cuia de Taquarembó
c - Acomodada na cambona
d - Casamento perfeito

07. Conhecida como planta milagrosa devido às suas amplas aplicações, a marcela ou macela é considerada imprescindível na maioria dos lares. É tão evidente sua eficácia nos tratamentos de saúde, que seu uso vem sendo repassado de geração em geração. O uso de travesseiros preenchidos com as flores da marcela tem o poder de: 
a - Estimular a circulação capilar
b - Favorecer o sono
c - Eliminar a enxaqueca
d - Prevenir a queda dos cabelos

08. Folguedos em que se destacam os torneios equestres que parecem repontar à época do Rei Artur e os Cavaleiros de Távola Redonda. Apresentam entre os figurantes os espias, os corredores e uma Rainha ou Princesa. Estamos nos referindo:
a - Às Cavalhadas
b - Às Folias do Divino
c - Às Congadas
d - Aos Ternos de Reis

09. Durante o ciclo Junino (no município de Mostardas) grupos de cantadores visitam as casas. Às vésperas da comemoração do Santo, cantam à noite ao redor da fogueira e junto ao mastro onde se penduram laranjas e bergamotas. Pedem licença para entrar na casa, louvando o Santo e saudando os donos que oferecem comes e bebes aos integrantes do terno. Estamos nos referindo: 
a - Ao Terno de Reis
b - Ao Terno de Atiradores
c - Ao Terno de Santos
d - Ao Bumba Meu Boi

10. Um dos Santos Juninos é venerado como profeta, mártir, arauto da verdade e precursor do Messias. Assinale o nome deste Santo: 
a - São Pedro
b - São Paulo
c - Santo Antônio
d - São João

11. Na literatura regional vários autores se destacaram, entre eles o jornalista Manoelito de Ornelas, autor da obra:
a - Festança na Querência
b - Manual do Tradicionalista
c - Os Guaxos
d - Rodeio de Estrelas

12. O Rio Grande do Sul possui uma admirável riqueza musical. Assinale a opção que indica o ritmo musical eminentemente gaúcho:
a - Vaneira
b - Chote
c - Valsa
d - Bugio

13. "O índio velho ficou à espera da volta dos jesuítas. Como eles demoraram muito o índio ficou mais velho e morreu. Mesmo morto, jamais deixou alguém se aproximar da casa". Este trecho se refere à lenda:
a - Da erva-mate
b - A Casa de M'bororé
c - A Casa de Anguera
d - Do Umbú

14. Dança de roda do ciclo das contradanças, muito popular em todo o país. No Rio Grande do Sul teve seu primeiro registro musical feito por Alcides Cruz. 
a - Caranguejo
b - Balaio
c - Cana Verde
d - Chimarrita

15. No Rio Grande do Sul dá-se o nome de _______________ a um sopão com muito vegetal e carne de peito (as vezes com costela e até linguiça) mas, sem tutano e sem pirão. Assinale a palavra que completa a lacuna corretamente:
a - Fervido
b - Cola-gaita
c - Puchero
d - Engasga-gaita

2ª PARTE: HISTÓRIA DO RIO GRANDE DO SUL

16. Quando os bandeirantes começaram a atacar as reduções, os jesuítas transferiram o gado para o sul do Rio Jacuí para livrá-lo da pilhagem por paulistas. Nesta região formou-se:
a - A Vacaria dos Pinhais
b - A Vacaria do Mar
c - As primeiras estâncias 
d - As Charqueadas

17. O Forte _______________, construído por _______________ em 19 de fevereiro de 1737 foi a primeira ocupação definitiva dos portugueses no território gaúcho. Dez anos depois, junto ao Forte, é fundada a vila _______________.
Assinale a opção que completa corretamente as lacunas acima:
a - São Miguel - Cristóvão Pereira de Abreu - de todos os Santos
b - Jesus-Maria-José - José da Silva Paes - São Pedro do Rio Grande
c - São Tomé - José da Silva Paes - dos Remédios
d - São Marcelo - General Antônio Mujica - de São Vicente

18. Em 1704 a Espanha, em guerra com Portugal, determina o ataque à Fortaleza (Colônia) do Sacramento e os portugueses, depois de cinco meses resistindo, abandonaram a Colônia. Em 1715 é assinado um Tratado entre os dois países e a Colônia do Sacramento volta ao domínio de Portugal. Estamos nos referindo ao Tratado de:
a - Santo Ildefonso
b - Utrech
c - Lisboa
d - Madrid

19. A história do Tropeirismo confunde-se com a ocupação portuguesa na região sul. Reavivar sua memória é estabelecer os estágios iniciais da sociedade que se formou nas fazendas de criação de bovinos, equinos e muares, bem como nos pousos ao longo das trilhas das tropas. Sobre isso, podemos afirmar que:
A - O tropeiro também era encarregado da compra do gado para as charqueadas, mas não recebia ordenado pelo seu serviço
B - Os índios e negros participaram do tropeirismo como peões ou como tropeiros
C - A maioria dos colonizadores que solicitava sesmarias nos Campos de Viamão e depois, em Cima da Serra era formada por antigos tropeiros
D - As mulas e cavalos, que eram o meio de transporte mais utilizado no país, é que foram a base das primeiras tropeadas
Agora assinale a alternativa correta:
a - Somente as letras A, C e B estão corretas
b - Somente as letras B e D estão corretas
c - Somente as letras A, B e C estão corretas
d - Somente as letras B, C e D estão corretas

20. Durante os 10 anos da Guerra Civil dos Farrapos aconteceram fatos que, além das batalhas, prejudicaram o desenvolvimento da sociedade gaúcha. Entre estes fatos, podemos destacar:
1 - A imigração estrangeira foi suspensa, só reiniciando com a paz
2 - As estâncias e os campos ficaram despovoados
3 - As charqueadas de Pelotas, das margens do Rio Jacuí e do Guaíba ficaram arruinadas
4 - O autoritarismo e centralização do governo, tão combatidos pelos Farroupilhas também existiram na República Rio-grandense
Agora, assinale a alternativa correta:
a - Somente a 2ª está correta
b - Somente 1ª e 3ª estão corretas
c - Somente 2ª e 4ª estão corretas
d - Todas estão corretas

21. A Revolução Farroupilha teve diversos fatos importantes, dentre eles a República Rio-grandense, proclamada em 11 de setembro de 1836 pelo General Antônio de Souza Neto, nos campos de Seival. Sobre a Revolução Farroupilha, a mais longa revolta civil brasileira, analise as alternativas que seguem:
A - Em virtude da fragilidade militar dos Farroupilhas, a capital da República Rio-grandense necessitou ser mudada várias vezes entre 1836 e 1845
B - A capital passou por Piratini. Caçapava e Alegrete e, a cada troca de endereço toda a documentação da República era transportada em carretas
C - Em abril de 1838, com a tomada da então Vila de Rio Pardo pelas forças revolucionárias farroupilhas, foi aprisionada uma tropa do Exército Imperial
D - Em 1842 é instalada a terceira capital, na cidade de Alegrete, onde foi concluída e aprovada a Constituição da República Rio-grandense
Agora escolha a alternativa correta:
a - Todas as afirmativas estão corretas
b - Somente as afirmativas B, C e D estão corretas
c - Somente as afirmativas A, C e D estão corretas
d - Somente as afirmativas A, B e C estão corretas

22. Em 1780, com o surgimento das grandes charqueadas, o negro entrou maciçamente no Rio Grande do Sul. Lutou na Revolução Farroupilha com a promessa de liberdade ao final da revolta (Lanceiros Negros). Renegaram a escravidão e se abrigaram em quilombos. O negro conhecido como "caiambola" era:
a - O negro saladeril
b - O negro fujão
c - O negro mandalete
d - O lanceiro negro

23. A primeira indústria têxtil usando matéria prima da província e fabricando cobertores, baetas coloridas, flanelas, chales, casimira, panos e tapetes foi fundada por Jacob Rheingantz, imigrante alemão, na cidade de:
a - Pelotas
b - Bagé
c - Rio Grande
d - São Lourenço do Sul

24. A Revolução Federalista ocorreu no Rio Grande do Sul no ano de 1893. Foi um confronto sangrento, onde a "degola" era utilizada de parte a parte. Este confronto deu-se entre:
a - Federalistas e Maragatos
b - Maragatos e Pica-paus
c - Republicanos e Pica-paus
d - Castilhistas e Republicanos

25. A Campanha da Legalidade foi uma revolta civil e militar da história política brasileira que ocorreu no Rio Grande do Sul. O referido momento, liderado por _______________, teve início depois que o então Presidente, _______________, renunciou e tinha como objetivo garantir a posse do Vice-Presidente da República, _______________.
Assinale a opção que completa as lacunas, respectivamente:
a - Jânio Quadros - Leonel Brizola - João Goulart
b - Leonel Brizola - João Goulart - Jânio Quadros
c - João Goulart - Jânio Quadros - Leonel Brizola
d - Leonel Brizola - Jânio Quadros - João Goulart

3ª PARTE: GEOGRAFIA DO RIO GRANDE DO SUL

26. A planície litorânea, por ter solos muito arenosos, não é favorável à agricultura. No entanto, uma boa produção de cebolas é obtida no município de:
a - Capão da Canoa
b - São José do Norte
c - Torres
d - Capivari

27. A divisa natural entre os Estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina é formada pelo:
a - Rio Quaraí
b - Rio Uruguai
c - Rio Jacuí
d - Rio Taquari

28. De acordo com Manoelito C. Savaris, autor do "Manual de Tradicionalismo Gaúcho", os campos predominam no Rio Grande do Sul. As _______________ compõem a sua vegetação característica, juntando-se às _______________ nas áreas próximas aos rios.
Assinale a opção que contém as palavras que preenchem corretamente as lacunas:
a - Mangues - restingas
b - Herbáceas e capões - matas de galeria
c - Arbustos - vegetação rasteira
d - Matas de galeria - araucárias

29. O Rio Grande do Sul possui grandes reservas de xisto, uma rocha da qual se pode extrair um óleo semelhante ao petróleo. As maiores reservas de xisto aparecem nos municípios de:
a - Caçapava do Sul e Erechim
b - Uruguaiana e Santana do Livramento
c - Camaquã e Charqueadas
d - São Gabriel e Dom Pedrito

30. A pecuária gaúcha se desenvolve em sistemas extensivos de produção, tendo o campo nativo como base da alimentação dos animais. Os municípios que mais se destacam neste setor são:
1 - Alegrete - Santana do Livramento
2 - Guaporé - Santiago
3 - Vacaria - Quaraí
4 - Dom Pedrito - São Gabriel
Agora assinale a alternativa que contém apenas as afirmativas corretas:
a - 2 - 3
b - 2 - 4
c - 1 - 3
d - 1 - 4

Gabarito
1 - c, 2 - c, 3 - d, 4 - b, 5 - b, 6 - d, 7 - b, 8 - a, 9 - c, 10 - d, 11 - d, 12 - d, 13 - b, 14 - a, 15 - c, 16 - b, 17 - b, 18 - b, 19 - d, 20 - d, 21 - a, 22 - b, 23 - c, 24 - b, 25 - d, 26 - b, 27 - b, 28 - b, 29 - d, 30 - d

Ps.: quaisquer possíveis erros na digitação ou no gabarito são de responsabilidade do blog. Favor avisar para que possamos corrigir sem prejudicar o estudo de ninguém.

1ª Prenda Juvenil da 24ª RT - Cristini Zilio

Hoje é dia de conhecermos um pouquinho mais sobre Cristini Zilio, que conquistou o tão sonhado encargo de 1ª Prenda Juvenil da 24ª Região Tradicionalista na 49ª Ciranda Cultural de Prendas, fase regional.


1. Cristini, para iniciarmos a conversa nos fale um pouco sobre você... nome, idade, onde estuda, entidade que representa...
Meu nome é Cristini Zilio, tenho 14 anos e curso o 9º Ano do Ensino Fundamental na Escola Estadual de Ensino Fundamental Farrapos. Atualmente sou 1ª Prenda Juvenil da 24ª Região Tradicionalista e represento o Grupo de Artes Nativas Anita Garibaldi, da cidade de Encantado.

2. Como se deu o início da tua vivência tradicionalista, e como avalias a tua caminhada até aqui? Realizaste muitos sonhos?
O início da minha caminhada tradicionalista se deu no ano de 2011, através da Invernada Pré-Mirim do GAN Anita Garibaldi. Na época, eu tinha apenas 7 anos e talvez pela pouca idade ou falta de informação, não conhecia a magnitude do Movimento Tradicionalista Gaúcho que nos reúne diante um tradicionalismo organizado. Os anos foram passando e me interessei cada vez mais pelo culto a tradição. Em 2014, iniciei minha jornada na Invernada Mirim, onde realizei um dos meus maiores sonhos tradicionalistas com a participação no FestMirim (2016) e posteriormente classificação na final (2017). Em 2018, embarquei nos sonhos da Invernada Juvenil e mais uma vez abracei a causa, fazendo do sonho dos meus colegas, meu sonho também.
Dentro do Departamento Cultural, minha caminhada é recente. Em 2016, fui 1ª Prenda Mirim e em 2017, fui 1ª Prenda Juvenil da entidade. Essas gestões me proporcionaram ganhos pessoais, intelectuais e tradicionalistas que sem dúvidas são impagáveis, me proporcionando no ano de 2018, a realização de um sonho que eu tinha mesmo antes de me tornar prenda de faixa, sendo 1ª Prenda Juvenil da região. Acredito que mesmo sendo recente, minha trajetória é muito bonita de se recordar, pois em todos os momentos eu tive o apoio dos verdadeiros amigos e da minha família.



3. Qual tu acreditas ser o maior papel do Jovem no Movimento?
De forma sintetizada, o papel do jovem no Movimento é buscar a informação e o exemplo do passado, unir com a criatividade e disposição do presente para possibilitar o futuro. Como nos propõe o tema anual, os jovens devem buscar a união das gerações para construir o amanhã.

4. Estamos chegando na 50ª edição da Ciranda Cultural de Prendas, e muitas meninas que conquistaram os títulos de Prenda Estadual certamente são exemplos pra ti. Podes citar algumas em quem te espelhas, e por quê?
Pensando em mulher de uma forma geral, meu maior exemplo é minha mãe, que criou 5 filhos e se mantém forte, batalhando pela minha felicidade e realização dos meus sonhos. Quanto a Prendas Estaduais tenho os exemplos: Caroline Reolon Scariot (2ª Prenda do RS 2017/2018), que além de ter desenvolvido uma gestão belíssima, me auxiliou durante a Ciranda Regional; Jéssica Thaís Herrera (1ª Prenda do RS 2018/2019), que trouxe a Ciranda Estadual para a nossa região e que tem uma bagagem cultural incrível; Janaína Mattielo (2ª Prenda Juvenil do RS 2011/2012), que foi a última prenda estadual oriunda de minha entidade; e por fim, meu maior exemplo tenho na prenda Amanda Faleiro (1ª Prenda Mirim do RS 2010/2011 e 1ª Prenda Juvenil do RS 2014/2015), que me inspirou na forma de falar, agir, pensar e sem dúvidas continuará sendo minha inspiração durante a 49ª Ciranda Cultural de Prendas - Fase Estadual.




5. Qual o teu principal foco, enquanto 1ª Prenda Juvenil, sabendo que em maio de 2019 estarás participando da Ciranda a nível Estadual, aqui mesmo em nossa Região?
Como sempre digo, minha caminhada dentro do Departamento Cultural é recente. No entanto, irei procurar a união da gestão e principalmente com as minhas juvenis para que eu consiga realizar um trabalho satisfatório na 49ª Ciranda Cultural de Prendas – Fase Estadual, que orgulhosamente é na minha querida 24ª Região Tradicionalista. Além disso, buscarei representar da melhor maneira a juventude da minha entidade, do município de Encantado e da região.

6. Representar a 24ª RT te faz exemplo pra muitas prendas e peões que carregam este sonho. Nos conte um pouquinho de como se deu a tua preparação este e outros concursos que já participastes.
A minha preparação, assim como qualquer outra participante das Cirandas, foi muito intensa. Estudos, ensaios, escolhas. Troquei de momentos de lazer, por livros. Troquei festas, por redações. Troquei a vontade momentânea, por um sonho de fato e assim me tornei uma prenda imensamente feliz, não apenas pela conquista de um título, mas por ver meus familiares e amigos caminhando comigo.


7. Pra encerrar peço que tu deixes uma mensagem de agradecimento e de incentivo para que cada vez mais prendas e peões tenham a garra e a coragem de representar suas entidades e regiões.
“Nunca desista daquilo que tu pedes a Deus todas as noites para conseguir”, seja você mesmo, tenha ideais, força de vontade e alegria de viver. Eu acredito que tudo na vida tem um motivo e o momento certo para acontecer. Seja sincero, transparente e único. “Uma geração vai, e outra vem; porém a terra para sempre permanece. E nasce o sol, e põe-se o sol, e volta ao seu lugar donde nasceu. O vento vai para o sul, e faz o seu giro para o norte; continuamente vai girando o vento, e volta fazendo seus circuitos”. Simplesmente ACREDITE!!!

Parabéns Cristini!
Que tenhas um ano de muito trabalho e aprendizado pela frente, junto de teus colegas de gestão. Aproveite cada segundo, e viva intensamente cada oportunidade! Lajeado te espera na Ciranda Estadual, e eu te desejo muito sucesso nesta importante caminhada até maio.
Muito obrigada pela participação aqui no blog!

Beijos

Prendas e Peões da 5ª RT promovem campanha "Doe amor, doe vida, doe sangue!"

Saudações!

Por meio deste, em nome das Prendas e Peões da 5ª Região Tradicionalista venho divulgar a campanha que estamos levantando em nossa região a que intitulamos "Doe amor, doe vida, doe sangue!". O lançamento desta campanha que está em sua segunda edição, foi efetuado na abertura oficial da Regional do Enart da 5ª RT realizada em Cachoeira do Sul, no dia 8 de julho de 2018, onde a Enfermeira do Hemocentro da cidade e Acadêmica do curso de Farmácia da ULBRA - Campus Cachoeira do Sul, Jocelaine Lacerda, efetuou esclarecimento a todos os presentes no local sobre a importância de sermos voluntários nesse ato que é tão importante para o bem-estar da sociedade. 


Sempre quando é necessário existe alguém disposto a ajudar, seja com dinheiro, com roupas ou alimentos. O que muita gente esquece é que várias pessoas necessitam de doação de sangue, por isso acreditamos na importância desta campanha para sociedade em geral, que vem ao encontro dos objetivos e princípios do nosso Movimento e dentro do tema quinquenal voltado ao Voluntariado e, porque não dizer, do tema anual Unindo Gerações para Construir o Amanhã.

No mais para todos que desejarem se juntar a nós para perpetuar esse legado de solidariedade e expandir o alcance de nossa capacidade de se voluntariar, fizemos panfletos explicativos sobre as condições para ser um doador, bem como adesivos par quem quiser a aderir ao propósito.


Lançamento da campanha com a presença do Presidente do MTG Nairo Calegaro, 
e a eterna Prenda do RS, Alessandra Carvalho da Mota

O material para esta divulgação foi enviado pelos idealizadores
Micael Feliciano Machado Lopes 1º Peão Farroupilha da 5ª RT e 
1ª Prenda da 5ª RT, Camilla Schiedeck, 
com apoio de toda gestão de Prendas e Peões da 5ª RT 2018/2019.

Contamos com a ajuda de Todos!

terça-feira, 17 de julho de 2018

CTG Brigadeiro Raphael Pinto Bandeira define nova gestão de Prendas e Peões

O CTG Brigadeiro Raphael Pinto Bandeira, de Rio Grande / 6ª RT, definiu no sábado dia 14/07 a nova gestão de Prendas e Peões para gestão 2018/2019. 

Após concurso realizado na entidade, chegou-se ao seguinte resultado:

Prendinha: Bibiana Mendonça
Prendinha: Mariana de Moura Carvalho

1ª Prenda Mirim: Maria Clara Oliveira
2ª Prenda Mirim: Ana Caroline Klein
3ª Prenda Mirim: Natiely Martins

1ª Prenda Juvenil: Gabrielle Lopes Ribeiro
2ª Prenda Juvenil: Érica de Moura Carvalho
3ª Prenda Juvenil: Alexia Santos Salinas

1ª Prenda: Liandra Pereira
2ª Prenda: Thaís Branco

1º Piá: Djorge da Veiga Moreira
1º Guri: Pablo Vaz
1º Peão Farroupilha: Vitor Lopes Ribeiro
Patrão: Marcolino Brancão


Parabéns a todos... Que tenham um lindo e produtivo ano de gestão! 
Muito sucesso!!!

Bombacha Ba’steiro - Conforto e elegância

Olá olá amigos!

Trago pra vocês hoje um post especial sobre as Bombachas Ba'steiro, ótima opção pra compor o teu traje de passeio.

A Ba’steiro tem peças marcantes, cuidados com modelagem e materiais de qualidade. Se preocupam muito com o conforto e com a utilidade da bombacha, ou seja, produzem com todo o cuidado através de mãos especializadas em dedicação e capricho. 

Tudo é feito pensando no teu aconchego, no teu bem-estar... Para que se sinta bem, requintado, elegante e acima de tudo entusiasmado em vestir por ficar à vontade.




Na Ba’steiro, a tradição também é lembrada. 
As bombachas seguem padrões que remetem a situações cotidianas do gaúcho na sua lida, tem traços dos modelos antigos e se alinham com o dia a dia, ousando de acordo com as tendências. 

A tecnologia no vestir, com tecidos das melhores fábricas de padrão internacional, modelagem toda feita focada em conforto e beleza são situações que vieram para agregar valor ao corpo e possibilitam muito bem-estar.

Com uma bombacha Ba’steiro, você está bem vestido, confortável, elegante e está na moda.

Eu, que amo um look despojado, moderno e confortável pra participar dos eventos em que não vou usar o vestido de prenda (e que não exijam as normas de indumentária do MTG), super indico a linha de Bombachas da Ba'steiro.

Visite o site, e confira todos os produtos da marca!!!

E eu vivo publicando meus "looks Ba'steiro" nas redes sociais! rsrsrs

Um abraço, e até mais! ;*

segunda-feira, 16 de julho de 2018

Rodeio Artístico Regional da 24ª RT - Programação atualizada

É neste final de semana que acontece mais uma edição do Rodeio Artístico Regional da 24ª Região Tradicionalista. Será nos dias 21 e 22 de julho no Parque João Batista Marchese, cidade de Encantado, tendo como anfitriã o GAN Anita Garibaldi, entidade campeã geral do Rodeio em sua última edição.

Vem conferir a programação completa e atualizada do evento!!!