sexta-feira, 9 de abril de 2010

Medicina Caseira

ABACATEIRO: fígado e rins, poderoso diurético (a folha)
AÇOITA-CAVALO: reumatismo, corrimentos, hemorragias, tumores, grande depurativo do sangue (a casca)
AROEIRA: reumatismo, febres, sífilis, diarreias e hemóptises (a casca)
ARNICA-DO-MATO: anti-reumático, antigotoso. Em quedas, preparar uma infusão com as folhas, beber e friccionar o local afetado (a folha)
BOLDO: as moléstias hepáticas (fígado em geral), prisão de ventre; facilita a eliminação da ureia e promove a digestão (a folha)
BAICURU: depurativo, diurético, usado nos casos de reumatismos, poderoso tônico uterino (a folha e a raiz)
CAMBARÁ: expectorante nas tosses, balsânico, usado em qualquer problema das vias respiratórias (a folha)
CAMOMILA: estômago, cólicas intestinais, usada até para lactentes (a flor e a folha)
CANCEROSA: úlcera gástrica, asia, males do aparelho digestivo (a folha)
CARAGUATÁ: catarros, afecções pulmonares, tosse (a folha)
CARNICEIRA: nos casos de indigestão, dores no estômago após as refeições, aparelho digestivo em geral (a folha)
CARRAPICHO-DE-CARNEIRO: grande diurético das moléstias renais, elimina a uréia (a folha)
CARRAPICHO-RASTEIRO: descongestionante das vias urinárias (a folha)
CARQUEJINHA -DO-CAMPO: nas febres, nos casos de má digestão, nas enterites e diarréias (a folha)
CAPIM-CIDRÓ: calmante do sistema nervoso, com propriedades edênticas às da erva cidreira (a folha)
CIDROZINHO-CHEIROSO: calmante do sistema nervoso, antiespasmódico (o ramo)
CIPÓ-CABELUDO: diurético poderoso no combate da albumina (a folha e o cipó)
CIPÓ-MIL-HOMENS: convulsões histéricas, sustenção de regras, neurastenia, dormências (a folha e o cipó)
CONTRA-ERVA: antídoto do veneno de cobra, tônico antifebril (a folha)
CORTICEIRA: tônico do estômago, diurético, laxante, serve para o sistema nervoso (a folha)
CURATOMBO: traumatismos, quedas, dores nas cadeiras, reumatismos; seu uso pe interno e externo (a folha)
ERVA-CIDREIRA: calmante estomáquico e refrescante (a folha)
ERVA-DE-BICHO: específico das hemorroidas, varises; combate o nervosismo e a histeria. Não deve ser usada por gestantes (a folha)
ERVA-DE-PASSARINHO: tônico pulmonar de grande ação descongestionante, indicado em todas as afecções do aparelho respiratório (a folha)
ERVA-POMBINHA: areia e pedra nos rins, moléstias da bexiga, uretra e diurético suave (a folha)
ERVA-TOSTÃO: fígado e rins em geral (a folha)
ERVA-SAGRADA: tônico pulmonar, nas tosses rebeldes e na fraqueza pulmonar (a folha)
ERVA-SANTA: tônico estomacal, dores do estômago, dispepsia, má digestão e falta de apetite (a folha)
ERVA-MOURA: sedativo e narcótico (a folha)
FEL-DA-TERRA: fortificante do estômago e abre o apetite (a folha e a raiz)
FUNCHO: cólicas intestinais e flatulências (o ramo)
GERVÃO: afecções crônicas do fígado, gripes e resfriados (a folha)
GUACO: usado nas tosses e bronquites, bom depurativo do sangue (a folha)
HORTELÃ: nos casos de má digestão, cólicas intestinais, flatulência e vermes (a folha)
JURUREBA: em todos os males hepáticos, nas doenças do baço e nas febres biliosas (a folha e a flor)
LOSNA: poderoso estomacal
MALVA: anti-infeccioso, descongestionante, uso interno e externo (a folha)
MAMICA-DE-CADELA: poderoso cicatrizante nas úlceras gástricas (a casca)
MACELA: estomacal, diurético, nas cólicas intestinais e na má digestão (a folha e a flor)
NÓ-DE-CACHORRO: depurativo usado com eficiência como afrodisíaco no tratamento da impotência sexual (a raiz)
PATA-DE-VACA: diurético com ação nos casos de diabete (a folha)
PAU-FERRO: antidiabético, anti-reumático e nos casos de sífilis (a casca)
PENDÃO-DE-MILHO: diurético nos casos de retenção de urina (o pendão)
PITANGUEIRA: nas diarreias, cólicas e desarranjos intestinais; tem o mesmo efeito da casca de romã (a folha)
POEJO: nas tosses e cólicas estomacais (a folha)
QUEBRA-PEDRA: combate às areias e aos cálculos renais, com algum efeito diurético (toda a planta)
SABUGUEIRO: poderoso transpirador nos casos de gripe, muito usado no sarampo. Deve ser tomado sempre quente (toda a planta)
SALSA-PARRILHA: depurativo e tônico do sangue, empregado nos casos de má circulação; grande diurético (a raiz)
URTIGA: urticária, contra hemorragia, alergias, nos casos de intoxicação (toda a planta).

Fonte: Cevando Mate - Glênio Fagundes

Quarenta e Nove dias pro Estadual *---*
Bom findi galerinha.
Até semana que vem!

Um comentário:

  1. Ótimo post, aproveito e pesso que visitem meu site sobre medicina caseira. www.medicinacaseira.com

    ResponderExcluir