terça-feira, 26 de junho de 2012

Fundação de Porto Alegre


Jerônimo de Ornelas de Menezes e Vasconcelos procedente da Ilha de Madeira e Sebastião Francisco Chaves e Diogo Rodrigues Mendes foram os primeiros moradores de Porto Alegre. Chegaram à margem esquerda do Guaíba em 1732, onde fixaram residência. Alguns anos mais tarde receberam a concessão de sesmarias.
Como o Guaíba neste local oferece condições de partida para vários pontos de Estado, no início foi chamado de Porto de Viamão. Mais tarde denominava-se Porto de Dorneles.
Em 1753 alguns casais açorianos procederam de Desterro (SC) e arrancharam no sítio de Dorneles. O Porto de Dorneles a partir de então passou a ser chamado Porto dos Casais. Em 1762, o Porto dos Casais já tinha aspecto de povoação, mas não fora oficializado e a sesmaria de Morro de Saneana fora vendida para Inácio Francisco.
O Porto dos Casais só passou a ser oficializado em 1772 quando fora desmembrado de Viamão. Neste mesmo ano, o governador interino de Rio Grande, Tenente-Coronel Antônio da Veiga de Andrade, desapropriou a fazenda de Inácio Francisco para demarcar as posses dos colonos açorianos.
Em 1773, o Porto dos Casais foi elevado à paróquia com a denominação de Nossa Senhora da Madre de Deus de Porto Alegre, e no mesmo ano, à capital da Província que se estabelecia provisoriamente em Viamão, e se transferiu oficialmente para Porto Alegre.
Porto Alegre foi denominada Vila de Porto Alegre pelo Príncipe D. João VI em 1808, porém, não sendo cumprida a ordem,  em 1809, baixou novo decreto. Porto Alegre só foi denominada Vila em 1810, passando à cidade em 1823.
Embora haja tantas datas consideradas como Fundação de Porto Alegre por diversos historiadores, o Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Sul resolveu considerar a data de 1772 como a data oficial da fundação de Porto Alegre.

Nenhum comentário:

Postar um comentário