quarta-feira, 13 de junho de 2018

Do tradicionalismo para a vida - Vera Lúcia Menna Barreto

Bom dia queridos!

Hoje trago com muito carinho mais uma participação em nossa série "Do tradicionalismo para a vida", onde resgatamos histórias de Prendas e Peões que muito fizeram pelo nosso Movimento, resgatando trajetórias de muito valor e grandes ensinamentos para nossa juventude.

Se é "Unindo gerações para construir o amanhã" o nosso tema, aqui a gente pratica ele na raiz!

Vamos conhecer Vera Lúcia Menna Barreto, que representou o Estado como 2ª Prenda do Rio Grande do Sul na gestão 1979/1980.

2ª Prenda do RS

1ª Prenda da 1ª RT

Tradicionalista desde a infância

Desfile Semana Farroupilha em Viamão - 1977

Antiga sede do MTG


Atualmente Patroa do CTG Tiarayu, com a filha Ana Mariah

"Chamo-me Vera Lúcia Menna Barreto, sou professora de Matemática e Pós-graduada em Alfabetização, aposentada pela Prefeitura Municipal de Porto Alegre.

Iniciei minha caminhada tradicionalista no ano de 1962, ano de meu nascimento, quando minha família participou da fundação do CTG Tiarayú. Meu avô colocou o primeiro esteio do galpão, meu tio foi o primeiro Patrão e meu pai Patrão anos mais tarde.

Em 1977 fui Primeira Prenda do CTG Tiarayú. Em 1978 participei do Concurso da Primeira Região Tradicionalista e me consagrei 1ª Prenda.

Em 1979, no 24º Congresso Tradicionalista Gaúcho, na cidade de Bagé, participei do Concurso Estadual de Prendas, representando a minha 1ª RT. Classifiquei-me em 2º lugar. Recebi do Presidente do MTG, o Sr. Rodi Pedro Borghetti, a faixa de 2ª Prenda do Rio Grande do Sul. Pela primeira vez tínhamos uma segunda Prenda. Muito me orgulhei de representar o Movimento por todo Rio Grande na época, como Prenda Estadual.

Mas o principal foi o legado que me foi deixado. Tive a oportunidade de crescer e aprender com pessoas que foram fundamentais em minha caminhada tradicionalista. Experiências que utilizo em minha vida até hoje. Aprendi a valorizar e amar o que me pertence e tenho muito que agradecer a todos que me ensinaram especialmente a meus pais.

E agradeço também pelos ensinamentos que a vida vem me proporcionando com os jovens que ao longo desta, fazem parte de minha caminhada. Prendas e Peões que trabalharam ao meu lado quando Diretora Cultural de minha Entidade e da Primeira Região Tradicionalista por sete anos. A todos vocês eu agradeço de coração pelo carinho.

Atualmente sou conselheira do Conselho Municipal de Cultura de Porto Alegre, Conselheira da Fundação Cultural Gaúcha do MTG e com muito orgulho, Patroa do meu CTG Tiarayú, legado que me foi deixado e considero meu mais novo desafio."

Um comentário:

  1. vera lucia gonçalves otton13 de junho de 2018 15:12

    Amada amiga, minha alma gêmea. Linda reportagem Carolina. Verinha pessoa muito especial que o tradicionalismo colocou no meu caminho. Parabéns por seres essa guria maravilhosa, amiga, companheira e uma grande tradicionalista.

    ResponderExcluir